CORREIO GOURMAND    

Home

|

O CORREIO GOURMAND

|

CUPOM GOURMAND

|

SORTEIO DO MÊS

|

PREMIADOS

|

PROMOÇÕES

PROMOÇÕES

  CORREIO GOURMAND

CADERNO DE CULTURA GASTRONÔMICA CADERNO DE NOTÍCIAS DICIONÁRIOS GASTRONÔMICOS CADERNO SAÚDE & SABOR

CADERNO FOODSERVICE

CADERNO DE RECEITAS VÍDEOS GOURMANDS

CADERNO ROTEIROS TURÍSTICOS

 

CADERNO DE CULTURA GASTRONÔMICA

CADERNO DE NOTÍCIAS

DICIONÁRIOS GASTRONÔMICOS

CADERNO SAÚDE & SABOR

CADERNO FOODSERVICE

CADERNO DE RECEITAS

VÍDEOS GOURMANDS

CADERNO ROTEIROS TURÍSTICOS

CORREIO GOURMAND

Mapa do Portal

 

GUIAS GOURMANDS

GUIA ONDE COMER BEM

GUIA ONDE SE HOSPEDAR

GUIA FAZENDO FESTA

GUIA DE ESCOLAS E CURSOS DE GASTRONOMIA

GUIA ONDE COMPRAR PRODUTOS GASTRONÔMICOS

GUIA DO MERCADÃO DE SÃO PAULO

 

   

Alimentando o saber, aprimorando o paladar...

 

Apoio cultural:

APROVADO  

 

  COZINHA BRASILEIRA



  COZINHA DE PERNAMBUCO


 

 

 

BOLO-DE-ROLO

Uma delícia que passa de mesa em mesa há mais de 300 anos 

 

 

O bolo-de-rolo é um doce genuinamente brasileiro, originário de Pernambuco, uma das mais conhecidas especialidades da cozinha pernambucana. Desde 2007, é reconhecido como patrimônio cultural e imaterial do Estado, através da Lei Ordinária nº. 379.

Lembra um rocambole, embora se diferencie dele não apenas pela massa (o rocambole é feito com massa de pão de ló, o bolo-de rolo não) quanto pelas camadas finíssimas de massa doce que dão ao bolo de rolo sua aparência linda e única (a do rocambole é bem mais grossa).

Sua origem data dos primórdios da colonização, quando as senhoras portuguesas, nos ricos engenhos de Pernambuco, buscavam adaptar as receitas trazidas da "Terrinha" aos ingredientes tropicais que encontravam por aqui. A versão mais aceita pelos historiadores é a de que o bolo-de-rolo derivou-se do bolo português, da cidade Tavira, região do Algarve, conhecido como "Colchão de Noiva", que era recheado com amêndoas.

Mas, a verdade é que por todo Portugal há, e haviam, receitas de bolos enrolados, de variados recheios, que por lá são chamados de tortas. Portanto, é muito difícil estabelecer de qual receita portuguesa deriva o nosso pernambucano bolo-de-rolo.

O fato é que por aqui o doce foi se transformando e sofrendo adaptações. O recheio acabou sendo substituído por goiabada, de preferência feita em casa. A massa passou a ser enrolada em camadas cada vez mais finas, ficando o bolo, ao final, parecido com um rolo, daí a origem do seu nome.

Era servido como sobremesa ou lanche. Um visitante ilustre não poderia sair de uma casa, sem degustar uma fatia de bolo-de-rolo. Dessa maneira, foi sendo utilizado como forma de estreitar os laços de amizades, como forma de agradecimento, como presente e até para “amolecer corações”. Até o papa João Paulo II, quando da visita ao Recife, em 1980, provou uma fatia.

Passando a ser cada vez mais conhecido e divulgado, o bolo-de-rolo ganhou fama e começou a ser feito em praticamente todos os Estados do Nordeste brasileiro, e em vários outros pelo País inteiro, sempre com muito sucesso.

Os mais tradiconalistas, entretanto, afirmam que o original de Pernambuco guarda características diferentes tanto no sabor como na maneira de fazer. Turistas e até pessoas de outros Estados, "encomendam" o doce a algum amigo ou parente quando têm oportunidade.

Versões em outros sabores também surgem de todos os lados, e novamente os tradicionalistas saem em defesa do doce, afirmando que pra ser bolo de rolo tem que ter recheio de goiabada e só de goiabada.

O fato é que hoje, o bolo-de-rolo é receita protegida, conservada e valorizada por sua importância histórica, cultural e gastronômica para o País.


BOLO DE ROLO NÃO É ROCAMBOLE

Todo pernambucano sabe que, apesar de ambos os doces terem a forma “enrolada”, bolo de rolo não é rocambole. Mas, se você não é pernambucano, vamos deixar bem clara as diferenças:

1) O rocambole pode ter os mais diversos recheios, como doce de leite, coco, geléias, etc., enquanto o bolo de rolo é recheado  unicamente com goiabada.
2) A massa dos doces também é diferente. A massa do rocambole é uma espécie de pão de ló e mais espessa que as massas que compõem o bolo de rolo, que por sua vez é preparado com a massa do bolo “colchão de noiva”.
3) A receita original do bolo de rolo leva várias lâminas, enquanto o rocambole apenas uma.
4) O bolo de rolo data dos primórdios da colonização portuguesa em Pernambuco, enquanto o rocambole só chegou ao Nordeste no século 19.

Fonte: Fundação Joaquim Nabuco

 

 




Receita
BOLO-DE-ROLO

No vídeo acima, aprenda como fazer o bolo-de-rolo, o delicioso, belo e genuinamente brasileiro doce com sotaque pernambucano, saborosa herança das nossas cozinhas coloniais.

 

Clique aqui

e veja este vídeo ampliado

  Você gostou? Então compartilhe!!  
 

 

COZINHA DE PERNAMBUCO
Bolo de Rolo
Bolo Souza Leão

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Você sabe de onde veio o nome do Rocambole?

 

 

A palavra rocambole veio do personagem homônimo criado pelo escritor francês Pierre Alexis, o Visconde de PonsonduTerrail (1829-1871), autor de folhetins populares. Rocambole era audaz, aventuroso e, tão “enrolado” que acabou virando bolo.

 

 

 

 

 

 

  Bolo de Rolo Voltar ao topo  


 

  no Correio Gourm@nd  

 

APOIO:

 

 

 

 

Ovadia Saadia Comunicações

 

 

 

 

|

|

 

Copyright ©  -  VB Bureau de Projetos e Textos

Atualizado em: 02 janeiro, 2018.

 

 

 

Voltar ao topo