CORREIO GOURMAND    

Home

|

O CORREIO GOURMAND

|

CUPOM GOURMAND

|

SORTEIO DO MÊS

|

PREMIADOS

|

PROMOÇÕES

PROMOÇÕES

CORREIO GOURMAND

CADERNO DE CULTURA GASTRONÔMICA CADERNO GASTRONOMIA EM NOTÍCIAS DICIONÁRIOS GASTRONÔMICOS CADERNO SAÚDE & SABOR

CADERNO FOODSERVICE

CADERNO DE RECEITAS VÍDEOS GOURMANDS

CADERNO ROTEIROS TURÍSTICOS

 

CADERNO DE CULTURA GASTRONÔMICA

CADERNO DE NOTÍCIAS

DICIONÁRIOS GASTRONÔMICOS

CADERNO SAÚDE & SABOR

CADERNO FOODSERVICE

CADERNO DE RECEITAS

VÍDEOS GOURMANDS

CADERNO ROTEIROS TURÍSTICOS

CORREIO GOURMAND

Mapa do Portal

 
GUIAS GOURMANDS

GUIA ONDE COMER BEM

GUIA ONDE SE HOSPEDAR
GUIA FAZENDO FESTA
GUIA DE ESCOLAS E CURSOS DE GASTRONOMIA
GUIA ONDE COMPRAR PRODUTOS GASTRONÔMICOS
GUIA DO MERCADÃO DE SÃO PAULO
 

   

Apoio cultural: 

APROVADO  

   
 
 

 

 

Santo Antônio, o Casamenteiro

 

 

Basílica de Sto. Antônio - Pádua -  A BASILICA DEL SANTO

 
 
 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Altar-túmulo de Santo Antônio

 

Altar-túmulo de Santo Antônio

 

 

 

 

 

 

Uma das principais obras-primas de arte do mundo, a Basílica de Santo Antônio, que os Paduanos chamam de  "il Santo", é o principal monumento da cidade de Pádua, uma das mais importantes arquiteturas do século 13 e um dos mais célebres e freqüentados santuários do mundo cristão.

 

Pádua pertenceu à República Aristocrática de Veneza e, como Veneza, foi muito influenciada por Bizâncio. Por essa razão, o majestoso edifício paduano demonstra uma forte influência da veneziana Basílica de São Marcos. Entretanto, suas estruturas maciças e imponentes são românicas, e toda a elegante parte absidal, com suas nove capelas em forma de raios, pertence ao mais puro gótico. Estas diversas e contrastantes características estão fundidas em um conjunto todo original, que à primeira vista distingue a "Basílica del Santo" de qualquer outro templo medieval.


Seu arquiteto é desconhecido, mas, supõem-se, tenha sido um franciscano de gênio e vasta cultura figurativa.

Acredita-se que construção do templo tenha tido início em 1238, sete anos após a morte de Santo Antônio de Pádua, e  concluída em 1310.

 

Imponente e majestosa, tem 118 metros de comprimento por 32,5 metros de largura, e o seu interior tem a forma da cruz latina. Coroada por oito cúpulas, duas torres campanárias e duas pequenas torres minarete (os dois campanários-gêmeos) têm, externamente, 68 metros de altura e, internamente, altura máxima atinge 38,5 metros.

 

A iluminação interna se dá, sobretudo por meio de três grandes rosáceas envidraçadas - uma na fachada, entre dois bífores, e as outras duas ao lado do altar-mor.

 

À esquerda do altar-mor, está a capela onde se encontra o altar-túmulo de Santo Antônio. Ao seu redor estão dispostos nove relevos em mármore que retratam cenas da vida e milagres do Santo.

 

A Capela das relíquias foi construída no século 17 em estilo barroco. Nos três nichos, estão expostos dezenas de relicários.

 

Em 1981, com a autorização de João Paulo II, foi efetuado um reconhecimento do corpo de Santo Antônio, após 750 anos de sua morte.

 

O primeiro reconhecimento, em 1263, revelou seus restos mortais em excelentes condições, recolhidos numa pequena urna. As análises científicas possibilitaram reconstruir as características físicas do Santo: ele tinha 1,70m de altura, estrutura não muito robusta, perfil nobre, rosto comprido e estreito.

 

Foi encontrado, também, o aparelho vocal intacto: a língua e as pregas vocais, assim como, os restos da túnica que estavam ao lado dos ossos e as duas caixas antigas com panos da época.

 

 

 

 

 

Os Milagres de Santo Antônio

 

São famosos seus milagres acontecidos ainda em vida, como o da Eucaristia e o da pregação aos peixes:

 

A cidade de Rimini, na Itália, estava nas mãos de hereges. À chegada do missionário, os chefes deram ordem para isolá-lo através de um ambiente de silêncio manifestando indiferença. Antônio não encontra ninguém a quem dirigir a palavra: igrejas vazias e praças desertas. Anda pelas ruas da cidade rezando e meditando. Coloca-se diante do mar Adriático e chama o seu auditório: “venham vocês, peixes, ouvir a palavra de Deus, já que os homens petulantes não se dignam ouvi-la”. Logo apareceram centenas de peixes. A curiosidade do povo foi mais forte, foram ver o que estava acontecendo e ficaram maravilhados, aconteceu o entusiasmo, o arrependimento e o regresso à Igreja.

 

Durante uma pregação, cujo tema era a Eucaristia, levantou-se um homem dizendo: “Eu acreditarei que Cristo está realmente presente na Hóstia Consagrada quando vir o meu jumento ajoelhar-se diante da custódia com o SS. Sacramento”. O Santo aceitou o desafio. Deixaram o pobre jumento três dias sem comer. No momento e lugar pré-estabelecido, apresentou-se Antônio com a custódia e o herege com o seu jumento que já não agüentava manter-se em pé devido ao forçado jejum. Mesmo meio-morto de fome, deixou de lado a apetitosa pastagem que lhe era oferecida pelo seu dono, para se ajoelhar diante do Santíssimo Sacramento.

 

Milhares de pessoas acorriam de toda parte para ouvir os sermões de Antônio. O seu cristianismo não era monótono mas tendia a austeridade, mesmo assim, não desencorajava os penitentes. Conta-se que em uma quaresma, o povo de Pádua não ia trabalhar antes de ouvir Antônio falar sobre a palavra de Deus. E ele já muito debilitado falava ao povo de cima de uma nogueira em Camposampiero.

 

Numa tarde, um conde dirigiu-se à cela de Antônio. Ao chegar, viu sair de uma brecha um intenso esplendor. Empurrou delicadamente a porta e ficou imóvel diante de uma cena prodigiosa: Antônio segurava nos seus braços o menino Jesus! Quando despertou do êxtase pediu ao conde que não revelasse a ninguém a aparição celeste.

 

Destruído pela fadiga e pela doença da hidropisia, sentiu que a hora do seu encontro com o Senhor estava se aproximando. Desejou ir para a igreja de Santa Maria, mas estando muito debilitado, parou em Arcella, que encontra-se às portas de Pádua. Ali morreu aos trinta e seis anos após pronunciar as palavras: “Video Dominum Meum” (vejo o meu Senhor).

 

É honrado com o título de “Doutor Evangélico”. Seu culto é um dos mais populares da história e apressou sua canonização, ocorrida um ano após sua morte.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: Enciclopédia Britânica

www.basilicadelsanto.org

 

 
 
 
  Você gostou? então compartilhe!!  
 
 
 

Voltar à página principal

 
 
 

    Voltar ao topo  

 

  no Correio Gourm@nd  

 

APOIO:

 

 

 

 

Ovadia Saadia Comunicações

 

 

 

 

|

|

 

Copyright ©  -  VB Bureau de Projetos e Textos

Atualizado em: 02 janeiro, 2018.

 
 

Voltar ao topo