CORREIO GOURMAND    

Home

|

O CORREIO GOURMAND

|

CUPOM GOURMAND

|

SORTEIO DO MÊS

|

PREMIADOS

|

PROMOÇÕES

PROMOÇÕES

CORREIO GOURMAND

CADERNO DE CULTURA GASTRONÔMICA CADERNO GASTRONOMIA EM NOTÍCIAS DICIONÁRIOS GASTRONÔMICOS CADERNO SAÚDE & SABOR

CADERNO FOODSERVICE

CADERNO DE RECEITAS VÍDEOS GOURMANDS

CADERNO ROTEIROS TURÍSTICOS

 

CADERNO DE CULTURA GASTRONÔMICA

CADERNO DE NOTÍCIAS

DICIONÁRIOS GASTRONÔMICOS

CADERNO SAÚDE & SABOR

CADERNO FOODSERVICE

CADERNO DE RECEITAS

VÍDEOS GOURMANDS

CADERNO ROTEIROS TURÍSTICOS

CORREIO GOURMAND

Mapa do Portal

 
GUIAS GOURMANDS

GUIA ONDE COMER BEM

GUIA ONDE SE HOSPEDAR
GUIA FAZENDO FESTA
GUIA DE ESCOLAS E CURSOS DE GASTRONOMIA
GUIA ONDE COMPRAR PRODUTOS GASTRONÔMICOS
GUIA DO MERCADÃO DE SÃO PAULO
 

   

Apoio cultural: 

APROVADO  


 

JUDAÍSMO E NATAL

Diferenças e Semelhanças

 

Eliana Rebeka Rosebaum Didio

 

 

 

Como veremos abaixo foi há muito tempo...
 

 

Para entender melhor, falarei sobre Yeshua (para os judeus) ou Jesus Cristo.

 

 

Yeshua ou Jesus

 

Jesus de Nazaré, Jesus Nazareno ou Jesus da Galiléia (8-4 a.C. - 29-36 d.C.) teria nascido em Belém com o nome de Yeshua ben(bar) - Yoseph, ou seja, Jesus filho de José. Os seus ensinamentos serviram de alicerce na fundação da religião cristã, na qual ele é chamado como Jesus Cristo. Para os adeptos do islamismo Jesus é um grande profeta. A sua influência também é marcante em outras religiões, como as de origem gnósticas e espiritualistas.

 

O nome Jesus (do hebraico, Yeshua), significa "Salvador", ou "auxílio do Senhor" (Yah). Seus discípulos o chamavam Messias, ou "o ungido do Senhor". O nome Cristo vem do grego Χριστός (Christós), que significa "Ungido". Os cristãos consideram-no o filho de Deus e, para a maioria das entidades cristãs, também o próprio Deus, que teria sido enviado à Terra para salvar a humanidade.

 

Sua influência foi provavelmente maior que a de qualquer outra pessoa que já tenha existido. Muitos atribuem que esta influência é a conseqüência da adoção do cristianismo - doutrina fundada pelos seus seguidores - como religião oficial do Império Romano sob Constantino, no século 4 d.C. e, posteriormente, à difusão da cultura cristã pelo colonialismo europeu entre os séculos 15 e 20. Contudo, nos dias atuais, a influência de Jesus já extrapolou os limites da própria Igreja Católica, quando doutrinas de cunho gnósticos e espiritualistas buscam resgatar - principalmente através de originais dos textos bíblicos ou apócrifos - os ensinamentos originais de Jesus.

 

 

O Cristianismo

 

O cristianismo é uma religião monoteísta baseada na vida e nos ensinamentos de Jesus de Nazaré, tais como estes se encontram recolhidos nos Evangelhos, parte integrante do Novo Testamento. Os cristãos acreditam que Jesus é o Messias e como tal referem-se a ele como Jesus Cristo. Com cerca de 2,1 bilhões de adeptos (segundo dados de 2001), o cristianismo é hoje a maior religião mundial. É a religião predominante na Europa, América do Norte, América do Sul, Oceania e em grande parte de África.

 

O cristianismo começou no século 1 como uma seita do judaísmo, partilhando por isso textos sagrados com esta religião, em concreto o Tanach, que os cristãos denominam de Antigo Testamento. À semelhança do judaísmo e do islamismo, o cristianismo é considerado como uma religião abraâmica (designação genérica para as religiões que derivam da tradição semítica que têm na figura do patriarca Abraão o seu marco referencial inicial)..

 

 

O Judaísmo

 

Judaísmo é a religião do povo hebreu e a partir do qual surgiu o cristianismo. Os judeus não acreditam que o Cristo era o Messias (filho de Deus) e ainda esperam pela sua vinda.

 

Existe também um outro tipo de judaísmo - Moisés, que libertou o povo hebreu da escravidão no Egito, é considerado seu profeta maior.

 

Os judeus não celebram o Natal nem acreditam na divindade de Jesus Cristo (ele próprio um judeu), cujo nascimento é celebrado pelos cristãos a 25 de dezembro. Mas, paradoxalmente, não deixa de ser irônico que as mais populares canções de Natal tenham sido escritas e compostas por judeus. A maior parte delas vem dos Estados Unidos, o país onde, tal como hoje o conhecemos, o Natal foi inventado, na cidade de Nova Iorque ao virar de 1900.

 

Mas tudo começara do outro lado do Atlântico, em meados do século 19, quando um judeu francês, Adolphe Adam, o compositor do ballet Giselle, escreve Cantique de Noël, também conhecida em inglês como "Oh Holy Night"...

 

 

 

Opinião da autora: religião se respeita, se aceita, não se discute. Ela vem de milênios e estudiosos tentam levar a palavra dela da melhor forma possível. É nosso ponto de apoio, através dela seguimos nossa vida trilhando o caminho do bem, ajudando ao próximo da melhor forma possível. O que damos para os necessitados, volta para nós em dobro. Ler, escutar, refletir, usar a religião como caminho e nunca como justificativa para atos errados.

 

 

Em dezembro, acontece uma importante e alegre festa judaica, o Chanuká, a Festa das Luzes. CLIQUE AQUI e saiba mais sobre ela.

 

Feliz Natal e Feliz Chanuká a todos.

Por um mundo sempre melhor.

 

 

Eliana Rebeca Rosebaum Didio

 

 

 

 

 

COZINHA JUDAICA, saiba mais

 

 

 
  Você gostou? então compartilhe!!  
 
 
 
 

 

 

 

 

 

 

Fontes: Wikipédia

ALGRANTI, MARCIA. Cozinha Judaica - "5000 anos de histórias de gastronomia".

Rio de Janeiro. Editora Record, 2000.

 

 

 

 

Conheça outras festas judaicas:

 

Chanuká - A Festa das Luzes

Pessach - A Páscoa

Rosh Hashaná - O Ano Novo

Yom Kipur - O Dia do Perdão







 

 

Eliana Rebeca Rosebaum Didio é pós graduada em docência em Gastronomia Latu Sensu na Hotec, dona da Emotion & Food, escola de culinária e gastronomia, e escreve sobre Cozinha Judaica no CORREIO GOURMAND.

 

erdidio@terra.com.br

 

 

 

 

 

Jerusalém - Cidade Sagrada para judeus, cristãos e muçulmanos.

 


    Voltar ao topo  

 

  no Correio Gourm@nd  

 

APOIO:

 

 

 

 

Ovadia Saadia Comunicações

 

 

 

 

|

|

 

Copyright ©  -  VB Bureau de Projetos e Textos

Atualizado em: 02 janeiro, 2018.

 
 

Voltar ao topo