CORREIO GOURMAND    

Home

|

O CORREIO GOURMAND

|

CUPOM GOURMAND

|

SORTEIO DO MÊS

|

PREMIADOS

|

PROMOÇÕES

PROMOÇÕES

CORREIO GOURMAND

CADERNO DE CULTURA GASTRONÔMICA CADERNO GASTRONOMIA EM NOTÍCIAS DICIONÁRIOS GASTRONÔMICOS CADERNO SAÚDE & SABOR

CADERNO FOODSERVICE

CADERNO DE RECEITAS VÍDEOS GOURMANDS

CADERNO ROTEIROS TURÍSTICOS

 

CADERNO DE CULTURA GASTRONÔMICA

CADERNO DE NOTÍCIAS

DICIONÁRIOS GASTRONÔMICOS

CADERNO SAÚDE & SABOR

CADERNO FOODSERVICE

CADERNO DE RECEITAS

VÍDEOS GOURMANDS

CADERNO ROTEIROS TURÍSTICOS

CORREIO GOURMAND

Mapa do Portal

 
GUIAS GOURMANDS

GUIA ONDE COMER BEM

GUIA ONDE SE HOSPEDAR
GUIA FAZENDO FESTA
GUIA DE ESCOLAS E CURSOS DE GASTRONOMIA
GUIA ONDE COMPRAR PRODUTOS GASTRONÔMICOS
GUIA DO MERCADÃO DE SÃO PAULO
 

   

 

Apoio cultural: 

APROVADO  

 

 

 

CRISTINA ARCE

 

Vou me apresentar aos leitores do Correio Gourmand como ele merece: 'gastronomicamente'.

Italiana verace, nascida na Puglia-Brindisi, em rua de asfalto romano de 2000 anos, há 100 metros do mar e do final da Via Appia - a primeira rodovia do mundo. que em Roma iniciava em Brindisi terminava.

Imaginem o que tenho para contar... Lá da varanda da casa do século 16, uma igreja de 1000 anos, com cripta até, e outras tantas da mesma idade. A historia longa, muito longa...

Passaram por lá gregos e romanos, os cruzados, os grandes mercadores do oriente, indo e vindo da "Sereníssima", ou a caminho das Índias, ou retornando dos descobrimentos do Novo Mundo, entre tantos outros. Todos eles deixaram sua marca gastronômica, rica de cultura e conhecimentos, neste porto e cidade "Brindissium".

Terra de óleo de oliva, o extravergine, há mais de 3000 anos, tradição que resultou na deslumbrante Via d' Olivo, com suas oliveiras milenares, misturadas com arenas gregas e romanas, com vinhedos magníficos e também produzindo roses excelentes, alcachofras e asparagos, cardos e funghi de infinitas formas e cores, alcaparras fantásticas, temperos com cheiro mediterrâneo único, verduras e frutas silvestres colhidas no campo, ainda com orvalho, melões de perfumes raros, amêndoas para únicos marzipans. E na costa, um mar de ostras, mexilhões, vôngoles, polvos e lulas. E rico, muito rico em peixes de todas as espécies. Lugar de preparo das pastas caseiras de rara qualidade, pães e pizzas, e ainda os carneiros e as caças. Na minha terra encontram-se caracóis vivos assim comprados e depurados antes de cozinhar (lumache) melhor que os famosos escargots.

Assim, desta maneira, a cozinha para mim é coisa "genética'"; a italiana em particular e a de outras culturas, tive o grande privilégio de muito conhecer e estudar, porém foi na prática, no ato mesmo de cozinhar, que mais apreciei e com o que me identifiquei. Isto desde sempre.

Tentarei, aqui,  contar um pouco dessa cozinha italiana, que tanto conheço. E assim, desde já, conto com a sua opinião. Sinta-se a vontade e me escreva. E, se quiser me conhecer mais um pouquinho e ao meu trabalho, eu o convido a visitar meu site -
www.cristina-arce.com.br.

 

 

Arivederci,

Cristina Arce

crisarce@uol.com.br

 

 

 

 

Para saber mais sobre Puglia-Brindisi: www.brindisiweb.com

 


Conheça todas as receitas de Cristina Arce no Correio Gourmand, clique aqui.

 

 

 

Matérias Publicadas:

 

  Dia das Mães
  Natal 
  Le Lumache
  La Pasta 
  Brasil 
  La Zuppa ou Minestra? 
  Dia dos Namorados
   La Festa della Mamma 
   Pasqua Italiana 
  Il Gelati
  Costumes e superstições do Natal italiano
 

O Natal na Itália   -   Cristina Arce
 

A Cozinha Italiana - será que existe mesmo?
 
 

 

    Voltar ao topo  

 

  no Correio Gourm@nd  

 

APOIO:

 

 

 

 

Ovadia Saadia Comunicações

 

 

 

 

|

|

 

Copyright ©  -  VB Bureau de Projetos e Textos

Atualizado em: 02 janeiro, 2018.

 
 

Voltar ao topo