BOLETIM GOURMAND - linha direta com o melhor da gastronomia

GASTRONOMIA EM NOTÍCIAS

 

 

 

 

 

 

 

 
 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

                                                                 O maior espetáculo da Arte do Açúcar do planeta

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

a Coupe du Monde de la Pâtisserie 

1989-2009 - 20 anos de Criatividade, Talento e Arte

 

Nos dias 25 e 26 de janeiro de 2009, pela 11ª vez, o Salon International de la Restauration, de l'Hôtellerie et de l'Alimentation - SIRHA - será palco do maior espetáculo da confeitaria mundial, a "Coupe du Monde de la Pâtisserie", torneio criado em 1989, pelo sensacional chef pâtissier francês Gabriel Paillasson.

 

Reunindo os melhores confeiteiros do planeta, num concurso de criações que mesclam trabalhos em açúcar, chocolate e gelo e ilustram o patrimônio gastronômico nacional de cada país participante, a "Coupe du Monde de la Pâtisserie" é um show ao vivo de arte, técnica e talento.

 

Uma edição sem precedentes

Ao comemorar seu 20° aniversário, o comitê internacional da "Coupe du Monde de la Pâtisserie" decidiu, excepcionalmente, anular a regra que impedia o vencedor do concurso anterior participar da edição seguinte. Assim, o Japão, o ganhador de 2007, estará, novamente, na competição desta edição.


Além disso, para permitir que novos países pudessem participar, dois outros concursos serviram de classificatória - o "l'Open de France de Desserts", em março de 2008, e o "l'Asian Pastry Cup", em abril de 2008, abrindo novas vagas para equipes européias e asiáticas.

 

Assim, em janeiro de 2009, equipes de 22 países, dois a mais que na edição anterior, estarão disputarão a glória de serem escolhidos os melhores pâtissiers do mundo.


Dez horas de talento e arte


A Coupe du Monde de la Pâtisseire acontece em duas baterias de 11 equipes, uma a cada dia do certame. Diante do corpo de jurados e da animadíssima platéia, com verdadeiras torcidas organizadas vibrando por seus países, cada uma dessas equipes, compostas de um pâtissier, um chocolatier e um glacier (escultor em gelo), têm 10 horas para realizar as seguintes peças:

 

Sobremesa típica

Para essa prova deverão ser utilizados ingredientes típicos de cada país concorrente.

No total, deverão ser realizados 13 peças iguais de sobremesa típica. Uma, tendo como suporte uma escultura toda em chocolate, para ser exposta no buffet, e 12 para serem degustadas pelos jurados (cada prato será degustado por dois juízes). A peça para o buffet deverá estar colocada em uma base de 60x40 e altura livre. A organização do concurso fornece os pratos, na cor branca e com diâmetro de 28/30cm.

 

Sobremesa gelada a base de frutas

Para essa prova livre, obrigatoriamente, deve ser utilizada uma base gelada frutada (sorbet, sorvete, gelo). Deverão ser executadas 3 peças da mesma composição.(se necessário, é permitido o uso de um fundo de biscuit). Uma peça, que sirva seis pessoas, para apresentaçao no buffet,  que estar integrada numa escultura de gelo e colocada sobre uma base de 60x40cm e altura livre. As outras duas peças deverão servir 10 pessoas cada uma e serão degustadas pelos jurados. O peso de cada porção por pessoa poderá variar entre 100g e 140g.

 

 
 
 

Sobremesa de chocolate

Para essa prova livre, deverão ser realizadas, 3 peças a base de chocolate. Uma, que sirva 6 pessoas,  para ser apresentada no buffet, integrada a uma escultura em açúcar que deverá estar colocada sobre uma base de 60x40cm. As outras duas peças deverão servir 10 pessoas e serão degustadas pelos jurados. O peso de cada porção por pessoa poderá variar entre 75g e 125g.

 

Escultura de gelo

Uma peça que servirá de suporte para a apresentação da sobremesa gelada. A organização do concurso disponibiliza, para cada equipe, uma bloco de gelo de 120x50x40 cm. Todas as esculturas de gelo realizadas no concurso, são guardadas numa verdadeira galeria de freezers com porta de vidro, instalada na entrada do SIRHA que leva à área dos concursos (veja a foto no final dessa página).

 

Escultura de Açúcar

Uma peça que servirá de suporte para a apresentação da sobremesa de chocolate. Obrigatoriamente, 2/3 da peça deverá ser executado com açúcar cozido (tiré, soufflé, coulé)

 

Os Concorrentes


Na edição 2009 da Coupe du Monde de la Pâtisserie, 22 nações, de quatro continentes, estarão buscando a glória de possuir a melhor confeitaria do mundo. São elas:

 

País

Candidatos

Presidente

Argentina

Eduardo Adrian RUIZ
Ariel SEGESSER
Diego Augustin IRATO

Jose Luis GODOY

Bélgica

Alain VANDERSMISSEN
François GALTIER
Raphaël GIOT

Herman VAN DENDER

Brasil

Rafael MEIRA BARROS
Clediviano ADJA DE LIMA
Ramiro BERTASSIN SILVA

Dario VIANNA

China

Steven JIANG

Yuan QI
Jie CHEN

Charles ZHAO

Coréia do Sul

Hong Yeon JEONG

Suk Won LEE
Young Hoon KIM

Chang-Hyun AHN

Espanha

Ariel MENDIZABAL REY

Jordi BORDAS SANTACREU
Makito HIRATSUKA

Rafael TUGUES

EUA

David RAMIREZ

Roy PELL
Remy FUNFROCK

En-Ming HSU

Finlândia

Jarmo LAITINEN

Meri KUJALA
Sami REKOLA

Tapio LAINE

França

Jérôme DE OLIVEIRA
Jérôme LANGILLIER
Marc RIVIERE

Elie CAZAUSSUS

Holanda

Jeroen GOOSSENS

Arthur TUYTEL
Ivo WOLTERS

Peter DE WIT
 

Hungria

Laszlo MIHALYI

Zoltánné Nesztovidisz

Zoltanné NESZTOVIDISZ

Joszef AUGUSZT
 

Itália

Antonio CALOSI

Alessandro DALMASSO
Domenico LONGO

Luigi BIASETTO
 

Japão

Masaaki HAYASHI

Shigeru WAKABAYASHI
Takeshi YAMAMOTO

Kazuaki TAKAI
 

Líbano

Nidal HAMDAN

Sanjaya PRYADARSHANA
Makram ABOU GHANEM

Charles AZAR
 

Malásia

Chan Eng Hua

(Leslie)Teong Seng Poh

(Jess)Chiam Ko Seen

Chee Hong CHERN
 

Marrocos

Nabil MOUDNI

Houssine LAKHAL

Ettahar KARYM

Kamal ESSOULAMI

México

Francisco Javier V. GONZALES

Andres Alejandro DIAZ LEMUS
Aaron A. SANTANA CASTELLANOS

Paulina ABASCAL
 

Polônia

Augustyn Robert BURKAT

Pawel MIESZALA
Michal DOROSZKIEWICZ

Bogdan TOMCZYK
 

Rússia

Tamara MUKHINA

Damien PISCIONERI
Elena MATUSHKINA

Liudmila BUKINA
 

Singapura

I Hoi KUOK

Ng CHEE LEONG
Lim CHOON SENG

Kok Keong PANG
 

Taiwan

Chou-Hsi LI
Tsung-En WU

Ting-Gwo WU

Tsung-En WU
 

Tunísia

Feker JLASSI

Abdelbasset DHRIF

Didier AVERTY
 

 

 

RESULTADO DO SORTEIO DAS DATAS E NÚMEROS DOS BOXES

 

N° do Box
1° dia
25 janeiro 2009
2° dia
26 janeiro2009
1
Holanda
Coréia do Sul
2
Brasil
Bélgica
3
Estados Unidos
Japão
4
China
Malásia
5
Finlândia
Líbano
6
França
Rússia
7
Espanha
Hungria
8
Polônia
Taiwan
9
Marocos
Argentina
10
Singapura
México
11
Tunísia
Itália

 

A Dinâmica do Concurso

 

Pelo número de horas que a complexidade da prova exige para ser realizada, os trabalhos iniciam muito cedo, as 6h30, quando todas as equipes já devem estar a postos nos seus respectivos boxes. Exatamente no horário marcado, a equipe do box n° 1 inicia sua participação e, a cada 10 minutos, a do box seguinte. A primeira equipe deve apresentar sua sobremesa de chocolate exatamente as 11h00, e os seguintes, a cada 10 minutos. O processo volta a acontecer a partir das 13h00, com a apresentação da sobremesa gelada. As 14h30, tem início a apresentação dos pratos com as sobremesas geladas. Os buffets, mesas onde são expostas as obras , devem estar montadas depois das degustações dos jurados, e estarem prontas até as 16h30. Um total de 10 horas de trabalho intenso,

 

O Júri


Os trabalhos serão avaliados por um júri composto de um presidente de honra - o chef pâtissier Pierre Hermé, o mais renomado pâtissier da atualidade, um presidente internacional -  Yukio Ichikawa, o capitão da equipe vencedora da edição anterior (2007), e 22 presidentes de equipe, um de cada país participante. Pelo Brasil, o chef Marcelo Pinheiro, do InterContinental São Paulo, que conhece bem o território pois já representou o Brasil nessa mesma arena, no Bocuse d'Or 2005.


Cada presidente-juiz, um dos melhores confeiteiros de cada país participante, não julga as realizações da equipe de seu país. A nota mais baixa de cada equipe, assim como a mais alta, não são computadas na hora da contagem dos pontos. Em caso de empate, as notas de degustação definem o resultado.

 

Os jurados dispõem de critérios precisos para julgar as peças do concurso. Várias notas são atribuídas:

 

Nota de trabalho - sobre 20 pontos - coeficiente 3, considerando higiene, pontualidade, organização e destreza.

Nota de degustação das peças de chocolate - sobre 20 pontos - coeficiente 5, considerando: o gosto, o corte e a originalidade.

Nota de apresentação do buffet - sobre 20 pontos - coeficiente 3, considerando o rendimento artístico e o respeito ao tema (escolhido pela equipe)

Nota de degustação dos doces típicos - sobre 20 pontos - coeficiente 5, considerando o gosto, a originalidade, a tipicidade e a utilização de produtos originários dos  países concorrentes.

 

Cada jurado não participa da avaliação dos trabalhos da equipe de seu próprio país. A nota mais baixa e a nota mais alta não são computadas no total dos pontos. Em caso de empate, as notas de degustação definem o vencedor.

 

 

Equipe japonesa comemora a conquista do primeiro lugar da 10ª Coupe du Monde de la Pâtisserie.

 

 

Colocação e pontuação dos demais países concorrentes:

4º USA 8395

5º Suíça 8355

6º Coréia do Sul 8309

7º Taiwan 8177

8º Singapura 8110

9º China 8030

10º Alemanha 7742

11º Canadá 7486

12º Espanha 7337,

13º Austrália 7211,

14º Rússia 7018,

15º Colômbia 6938,

16º Malásia 6874

17º Noruega 6755

18º Finlândia 6662

19º México 6281

20º Marrocos 6059

Prêmios à altura do grande evento

Além da fama e do prestígio, as equipes vencedoras recebem os seguintes prêmios:

1° lugar -  €12 mil, o troféu Coupe du Monde de la Pâtisserie e a medalha de Ouro
1° lugar - €7 mil e a medalha de Prata
1° lugar -  €4 mil e a medalha de Bronze

Há, ainda, diversos outros prêmios especiais que são concedidos nas seguintes categorias: Escultura de Gelo, Chocolate, Açúcar, Pôster de Divulgação, Espírito de equipe Melhor promoção  e Especial da Imprensa.

A equipe que obtiver a melhor nota acumulada pela degustação, receberá o "Vase de Sèvres", lindo troféu em cristal, oferecido pelo Presidente da República Francesa.

 

Os Campeões de 2007


Vinte países concorreram na edição 2007 da Coupe du Monde de la Pâtisserie, e Japão foi o grande vencedor. Capitaneada por Yukio Ichikawa, a equipe japonesa tinha também Toshimi Fujimoto e Kazuya Nagata.

Pontuação: 9396 pontos
 

O segundo lugar ficou com a equipe da Bélgica, formada por Dominiek Vandermeulen, Thierry Winant e Pol De Schepper.

Pontuação: 9292 pontos


O terceiro lugar coube à equipe da Itália, formada por Fabrizio Donatone, Angelo Di Masso e Fabrizio Galla.

Pontuação: 8858 poontos

 

Os Prêmios Especiais foram atribuídos a:


- Prêmio «Escultura de Gelo»: Coréia do Sul
- Prêmio «Chocolate»: Estados Unidos
- Prêmio «Açúcar»: Estados Unidos
- Prêmio «Pôster de Divulgação»: Espanha
- Prêmio de «Espírito de equipe»: Coréia do Sul
- Prêmiode la «Melhor promoção»: Singapura
- Prêmio «Especial da Imprensa»: Itália
- Prêmio Degustação: Bélgica - agraciada com o Vaso de Sèvres oferecido pelo Presidente da

                                              Republica Francesa.

 

Placar dos vencedores da Coupe du Monde de la Pâtisserie:
 

ANO

1° Lugar

2° Lugar

3° Lugar

1989

França

Mickaël AZOUZ
Thierry FROISSARD
Serge BILLET

Bélgica

Ernol TRUMPIE
P. GALERNE
J. LE BLANC

 

Áustria

Fritz MAYER
Gotthard VALIER
Alphonse WATCHER

 

1991

 Japão

Hidemi SUGINO
Akira ANDO
Masahiko HAYASHI

 

 

França

 

André ROSSET
Olivier BAJARD
Alain ROLANCY

 

Canadá

 

Stéphane BRUNELET
Stéphane SEGUIN
Ken V.J. GUBERSKI

1993

França

Patrick CASULA
Jean-Marc GUILLOT
Jean-Paul SAVIOZ

 

Bélgica

Rik de BAERE
Johny de NEEF
Pierre MARCOLINI

 

Luxemburgo

Jean-Claude ARENS
Alain GERARD
Camille SCHUMACHER

 

1995

Bélgica

Pierre MARCOLINI
Rik de BAERE
Gunther VAN ESSCHE

 

Japão

Tadashi YANAGI
Taihei OIKAWA
Junishi GOTO

 

Estados Unidos

Donald WRESSEL
Kurt WALRATH
Joe DECKER

 

1997

Itália

Luigi BIASETTO
Cristian BEDUSCHI
Luca MANNORI

 

Estados Unidos

Thaddeus DUBOIS
Sébastien CANNONE
Jacquy PFEIFFER

 

Japão

Tahei OIKAWA
Mr TSUJIGUCHI
Mr HANAGUCHI

 

1999

França

Pascal MOLINES
Emmanuel RYON
Christian SALEMBIER

 

Bélgica

Herman VAN DENDER
Patrick AUBRION
Frédérique SCAILTEUR

 

Estados Unidos

Norman R. LOVE
Eric PEREZ
Kim Irene O'FLAHERTY

 

2001

Estados Unidos

En-Ming HSU
Ewald NOTTER
Michel WILLAUME

 

Japão

Hiroshi IGARASHI
Shinpei ASADA
Masayuki FUKUDA

 

Itália

Silvio BESSONE
Leonardo di CARLO
Amelio MAZZELA di REGNELLA

 

2003

França

Angelo MUSA
Elie CAZAUSSUS
Youri NEYERS

 

Japão

Nohirito TERAI
Shigeru NOJIMA
Yoshinori MATSUSHIMA

 

Bélgica

Patrick AUBRION
Herman VAN-DENDER
Marc DECOBU

 

2005

França

Christophe MICHALAK
Philippe RIGOLLOT
Frédéric DEVILLE

 

Holanda

Ivo WOLTERS
Jeroen GOOSENS
Arthur TUYTEL

 

Estados Unidos

Donald WRESSELL
Derek POIRIER
Andrew SHOTTS

 

2007

Japão

Yukio ICHIKAWA
Toshimi FUJIMOTO
Kazuya NAGATA

 

Bélgica

Dominiek VANDERMEULEN
Thierry WINANT
Pol DE SCHEPPER

 

Itália

Fabrizio DONATONE
Angelo DI MASSO
Fabrizio GALLA

 


 

 

 

 

 

COUPE DU MONDE DE LA PÂTISSERIE

www.cmpatisserie.com/2009

Para saber mais sobre o chef Gabriel Pallaisson, clique aqui.

Para conhecer o SIRHA, clique aqui.

Fotos :F. Mainard; T. Caron

 

 
 

 

Voltar ao topo

 
 

 

Esculturas de Gelo da Coupe du Monde de la Pâtisserie expostas em câmaras frigoríficas dentro do SIRHA

 

 

|

|

 

Copyright ©  -  VB Bureau de Projetos e Textos

Atualizado em: 28 junho, 2017.