CORREIO GOURMAND    

Home

|

O CORREIO GOURMAND

|

CUPOM GOURMAND

|

SORTEIO DO MÊS

|

PREMIADOS

|

PROMOÇÕES

PROMOÇÕES

CORREIO GOURMAND

CADERNO DE CULTURA GASTRONÔMICA CADERNO DE NOTÍCIAS DICIONÁRIOS GASTRONÔMICOS CADERNO SAÚDE & SABOR

CADERNO FOODSERVICE

CADERNO DE RECEITAS VÍDEOS GOURMANDS

CADERNO ROTEIROS TURÍSTICOS

 

CADERNO DE CULTURA GASTRONÔMICA

CADERNO DE NOTÍCIAS

DICIONÁRIOS GASTRONÔMICOS

CADERNO SAÚDE & SABOR

CADERNO FOODSERVICE

CADERNO DE RECEITAS

VÍDEOS GOURMANDS

CADERNO ROTEIROS TURÍSTICOS

DICIONÁRIOS GASTRONÔMICOS

Mapa do Portal

 
GUIAS GOURMANDS

GUIA ONDE COMER BEM

GUIA ONDE SE HOSPEDAR
GUIA FAZENDO FESTA
GUIA DE ESCOLAS E CURSOS DE GASTRONOMIA
GUIA ONDE COMPRAR PRODUTOS GASTRONÔMICOS
GUIA DO MERCADÃO DE SÃO PAULO
 

  DICIONÁRIOS GASTRONÔMICOS  

DICIONÁRIOS GASTRONÔMICOS

Alimentando o saber, aprimorando o paladar...

 

Apoio cultural: 

APROVADO  

 

CAPIVARA

O maior roedor do planeta

 

Excelente nadadora, a capivara vive perto de rios ou lagos e mergulha ao menor sinal de perigo. Passa o dia escondida e só à noite sai para se alimentar.

  

Mamífero herbívoro da família dos hidroquerídeos, a capivara sul-americana (Hydrochoerus hydrochoeris) é o maior dos roedores vivos: mede até 1,25m de comprimento e pode pesar cinqüenta quilogramas ou mais. Quase desprovida de cauda, é de constituição robusta, com o pêlo áspero e uniformemente pardo. As orelhas são pequenas, o focinho pouco pronunciado e as pernas curtas. Tem quatro dedos nas patas dianteiras e três nas traseiras, unhas curtas e dedos semipalmados, o que contribui para dar-lhe a agilidade na água. Apesar de corpulenta, é ágil também em terra, onde salta e corre com destreza.

 

A capivara é um animal gregário, que se junta com freqüência em bandos ou varas de dezenas de indivíduos. Uma vez por ano, a fêmea tem ninhadas de três a oito filhotes, após um período de gestação que dura de 100 a 110 dias. O nome, que provém do tupi kapi'wara ("comedor de capim"), alude ao regime alimentar, que só inclui vegetais. Plantações de arroz, milho e outras espécies podem ser eventualmente atacadas por animais famintos, também capazes de roer cascas de árvores e ingerir folhas.

 

A área de ocorrência da capivara, incluindo o Brasil, vai da Colômbia ao Uruguai e norte da Argentina. No Panamá ocorre uma espécie de porte bem menor, H. isthmius, com cerca de 27kg. Em certas áreas fronteiriças do Brasil, a capivara é conhecida também como carpincho, seu nome em espanhol.

 

 

A Carne

 

Bem vermelha, a carne da Capivara, além de saborosa e singular, tem baixos índices de gordura e níveis de ferro 23 vezes mais altos que a carne de boi, e 24% de proteína bruta a mais que a do porco ou do boi.. Além disso, contém o badalado ômega-3, ácido graxo que auxilia a prevenção de doenças cardíacas, reduzindo o "mau colesterol". É seca, parece lombo de porco, mas tem sabor bem característico, agradável. Pode ser consumida "verde" (cozida, assada ou frita), seca ao sol - charque -, em forma de embutidos (presunto, salsichas, por exemplo) ou ainda defumada (frios).

 

 

Apesar de magra, a capivara também forma toucinho. A gordura, no entanto, tem sido

 tradicionalmente usada para o preparo de óleo medicinal, usado para cicatrização e até contra reumatismo e bronquite (friccionando).

 

 

 

Composição Nutricional da Carne de Capivara

em cada 100 g.

Calorias
Proteínas
Gordura
Ferro

128
22.2 g
4.4 g
2.7 mg

Fonte: Laboratório  de Biotecnología Sur. Montevideo. Uruguay.

 

 

 

Fonte: Enciclopédia Britânica

Wikipédia

 

 

 
  Você gostou? então compartilhe!!  
 
 

Voltar à página principal de CARNES EXÓTICAS

 
 
 

CAPIVARA

 

Outros idiomas:

Francês - Capybara

Italiano - Capibara

Espanhol - Carpincho

Inglês - Capybara
Alemão - Capybara

 

 


Capivara assada com purê de mandioca e molho de tamarindo, do restaurante Suri, em São Paulo 

 

 


    Voltar ao topo  

 

  no Correio Gourm@nd  

 

APOIO:

 

 

 

 

Ovadia Saadia Comunicações

 

 

 

 

|

|

 

Copyright   -  VB Bureau de Projetos e Textos

Atualizado em: 02 janeiro, 2018.

 
 

Voltar ao topo