CORREIO GOURMAND    

Home

|

O CORREIO GOURMAND

|

CUPOM GOURMAND

|

SORTEIO DO MÊS

|

PREMIADOS

|

PROMOÇÕES

PROMOÇÕES

CORREIO GOURMAND

CADERNO DE CULTURA GASTRONÔMICA CADERNO DE NOTÍCIAS DICIONÁRIOS GASTRONÔMICOS CADERNO SAÚDE & SABOR

CADERNO FOODSERVICE

CADERNO DE RECEITAS VÍDEOS GOURMANDS

CADERNO ROTEIROS TURÍSTICOS

 

CADERNO DE CULTURA GASTRONÔMICA

CADERNO DE NOTÍCIAS

DICIONÁRIOS GASTRONÔMICOS

CADERNO SAÚDE & SABOR

CADERNO FOODSERVICE

CADERNO DE RECEITAS

VÍDEOS GOURMANDS

CADERNO ROTEIROS TURÍSTICOS

DICIONÁRIOS GASTRONÔMICOS

Mapa do Portal

 
GUIAS GOURMANDS

GUIA ONDE COMER BEM

GUIA ONDE SE HOSPEDAR
GUIA FAZENDO FESTA
GUIA DE ESCOLAS E CURSOS DE GASTRONOMIA
GUIA ONDE COMPRAR PRODUTOS GASTRONÔMICOS
GUIA DO MERCADÃO DE SÃO PAULO
 

  DICIONÁRIOS GASTRONÔMICOS  

DICIONÁRIOS GASTRONÔMICOS

Alimentando o saber, aprimorando o paladar...

 

Apoio cultural: 

 

clique aqui

e veja imagens ampliadas

 

BACALHAU

O Rei do Atlântico Norte

 

 

O peixe

Atlantic Cod Gadus morhua L

O autêntico bacalhau

 

 

O Gadus morhua L é encontrado nos límpidos e gelados mares do Círculo Polar Ártico, com a maior parte da sua população mundial distribuindo-se pelos mares atlânticos da Noruega, Islândia, Rússia, Groenlândia e Canadá (Terra Nova e península do Labrador)  (veja o mapa abaixo).

 

Supõe-se que o bacalhau evoluiu para suas formas atuais há cerca de 120 milhões de anos, no mar de Tétis, um mar tropical que corria ao redor da Terra de Leste para Oeste e conectava todos os outros oceanos. O Tétis acabou por fundir-se com um mar do Norte, e o bacalhau tornou-se um peixe do Atlântico Norte. Mais tarde, quando a ligação terrestre entre a Ásia e a América do Norte se rompeu, o bacalhau chegou até o Pacífico Norte.

 

Peixe osteíctio (dotado de esqueleto ósseo), o bacalhau tem o corpo comprimido lateralmente, com três barbatanas dorsais arredondadas e duas ventrais. A barbatana caudal é ligeiramente côncava ou chanfrada. Durante a época de reprodução, os machos galanteiam as fêmeas através da exibição das barbatanas e da emissão de ruídos - um tipo de comunicação rudimentar, que inclui alguns sons que atraem as parceiras e as mantêm afastadas dos machos rivais.

 

Vive em grandes profundidades (de 60 a 500 metros) e ascende de forma periódica, mas sem nunca se aproximar muito da superfície. Mesmo com dois grandes olhos, o bacalhau quase não enxerga, como acontece com todos os seres que vivem em águas profundas. Apesar disso, ele é um exímio caçador, já que a natureza o dotou de mecanismos compensatórios. O primeiro deles é o barbilho, um apêndice carnudo, táctil e gustativo, localizado na sua proeminente mandíbula inferior, que é útil na detecção de presas. Outro, é uma linha lateral bem perceptível, que se estende ao longo do corpo, que é um órgão sensorial, constituído por células que se comunicam com o exterior através de pequenos poros. Funciona como uma espécie de tato à distância, proporcionando informações sobre o que se passa à sua volta.


Sua cor varia consideravelmente, do amarelo ao marrom ou do verde ao cinza, pois o bacalhau se adapta às condições das áreas em que vive: no mar escuro próximo a Islândia, eles são marrons com manchas amarelas; mas em apenas dois dias nadando em um oceano iluminado, eles ficam tão claros que até parecem albinos. Nas zonas costeiras e de algas, são avermelhados ou ligeiramente pardos; em zonas de ervas marinhas, esverdeados, e cinza claro ou acastanhados nos fundos de areia e zonas rochosas muito profundas.  O dorso e os lados do corpo têm numerosas e pequenas manchas arredondadas, acastanhadas avermelhadas e o ventre é pálido.
 

Forma cardumes numerosos e, dono de um apetite voraz, nada de boca aberta, engolindo tudo o que encontra pela frente - moluscos de concha e polvos,  peixes, larvas crustáceos e, inclusive, os seus próprios filhotes. Por outro lado, ele é um dos alimentos preferidos dos tubarões.

 

 

Caráter migratório

 

Uma das principais características do bacalhau é ser um animal estenotermo, que não suporta grandes variações de temperatura, precisando viver, sempre, entre 2º e 10ºC. Por isso, conforme a água de onde ele esteja esquente ou esfrie além dessas temperaturas, ele migra em busca de outras águas que lhes sejam propícias, chegando a percorrer 5 km por dia. Essa característica define não só o seu caráter migratório, como influi diretamente na forma como ele se reproduz - sendo essa, a sua grande capacidade reprodutiva e as peculiaridades em que isso se dá, outra das fundamentais características desse peixe fabuloso.

 

 

Fertilidade excepcional

 

A fertilidade excepcional e o crescimento rápido são duas características que destacam o bacalhau entre as outras espécies de peixe. A desova acontece uma vez por ano,  – entre janeiro e abril -  e cada fêmea, conforme seu tamanho, chega a colocar de 500 mil a 10 milhões de ovos por vez, embora poucos escapem dos ataques de aves e peixes (estima-se que em torno de 1% sobreviva). O desenvolvimento embrionário é de duas a quatro semanas, dependendo da temperatura da água e nascem com cinco milímetros. Os filhotes vivem na superfície algumas semanas, antes de procurarem o fundo. Os que sobrevivem alcançam 40cm de comprimento em dois anos; aos 10 anos já medem mais de 1 metro e pesam acima de 15 quilos; aos 20, passam de 1,50m e dos 20 quilos. Pode viver de 15 a 30 anos, chega a medir dois metros e pesar até 50 quilos. Os exemplares comerciais do Gadus morua variam entre 1 e 13 quilos.

 

O peixe atinge a idade adulta aos quatro anos, mas, só a partir dos seis, a fêmea chega à maturidade reprodutiva e passa a, anualmente, migrar em busca de águas mais quentes, com temperaturas entre 4 e 6ºC, para procriar.

 

 

 

Zonas de cardumes de bacalhau

assinaladas em vermelho e laranja no mapa.

 



 

 

 

 

Círculo Polar Ártico

 

 

O Círculo Polar Ártico é a linha que coincide com o paralelo da latitude 66º 33’ 39" ao Norte do Equador e que separa a zona climática temperada da região polar no hemisfério Norte. A  região polar tem, pelo menos, um dia de noite absoluta (24 horas de escuridão) no inverno e, pelo menos, um dia de luz absoluta (24 horas de sol) no verão boreal (sol da meia-noite).

 

As principais áreas pelas quais passa o Círculo Polar Ártico são o Norte do Canadá, o Sul da Groelândia, o extremo Norte da Islândia (ilha de Grímsey), o Norte da Escandinávia e o Norte da Rússia.

 

 

 

  Você gostou? então compartilhe!!  
 

Voltar à página inicial de BACALHAU

 
 
 

 

 

 

 

 

 

Mar do Norte

Parte do oceano Atlântico situada entre as ilhas britânicas e o noroeste do continente europeu.
A mistura de águas de características distintas favorece o desenvolvimento da vida marinha no mar do Norte. A pesca (cavala, arenque, bacalhau) se concentra nos bancos de Dogger, Fisher, Jutlândia e Terschelling. Os países que mais se beneficiam dessa riqueza são Noruega, Dinamarca, Reino Unido e Países Baixos. Acordos internacionais regulam a pesca na região, com cotas estabelecidas para cada país. A existência de portos naturais, amplos estuários e canais fluviais estimulou o comércio marítimo, muito importante desde os tempos da Liga Hanseática, na Idade Média. Alguns de seus portos e cidades mais importantes são Antuérpia, Rotterdam, Amsterdam, Wilhelmshaven, Bremen, Hamburgo, Esbjerg, Stavanger, Dundee, Edimburgo, Hull e Londres.

 

Mar da Noruega

Parte do Atlântico norte limitada pela Groenlândia a noroeste, Noruega a leste, mar do Norte, ilhas Faroe e ilhas Shetland ao sul, e Islândia a oeste. Tem as mesmas características físicas e biológicas do oceano Atlântico e do oceano Ártico. Profundidade máxima: 3.970m.

 

Mar de Barents

Parte do oceano Ártico ao norte da Noruega e da Rússia européia, entre as ilhas de Svalbard e Nova Zembla. Seu nome se deve a Willem Barents, que o cruzou repetidas vezes entre 1594 e 1597. 1.405.000km2.

 

Terra Nova

A Terra Nova (Newfoundland) é uma ilha localizada no oceano Atlântico, no Nordeste da América do Norte, e que forma, com parte do Labrador, uma província do Canadá. Separa-se do continente pelo golfo de São Lourenço e pelos estreitos de Belle Isle e Cabot. Com superfície de 110.500km2, é a região americana mais próxima da Europa, a 2.630km da Irlanda. De forma triangular, recortada por fiordes nas costas leste e sul, tem 1.630km2 de lagos e rios. St. John's é a principal cidade e capital da ilha.

clique aqui

e veja todos os mapas ampliados.

 

 

 

 

Fontes:Bacalhau da Noruega
Enciclopédia Britânica
Muito Mais - J. Dias Lopes

 

 

 
 

    Voltar ao topo  

 

  no Correio Gourm@nd  

 

APOIO:

 

 

 

 

Ovadia Saadia Comunicações

 

 

 

 

|

|

 

Copyright   -  VB Bureau de Projetos e Textos

Atualizado em: 02 janeiro, 2018.

 
 

Voltar ao topo