CORREIO GOURMAND    

Home

|

O CORREIO GOURMAND

|

CUPOM GOURMAND

|

SORTEIO DO MÊS

|

PREMIADOS

|

PROMOÇÕES

PROMOÇÕES

CORREIO GOURMAND

CADERNO DE CULTURA GASTRONÔMICA CADERNO DE NOTÍCIAS DICIONÁRIOS GASTRONÔMICOS CADERNO SAÚDE & SABOR

CADERNO FOODSERVICE

CADERNO DE RECEITAS VÍDEOS GOURMANDS

CADERNO ROTEIROS TURÍSTICOS

 

CADERNO DE CULTURA GASTRONÔMICA

CADERNO DE NOTÍCIAS

DICIONÁRIOS GASTRONÔMICOS

CADERNO SAÚDE & SABOR

CADERNO FOODSERVICE

CADERNO DE RECEITAS

VÍDEOS GOURMANDS

CADERNO ROTEIROS TURÍSTICOS

DICIONÁRIOS GASTRONÔMICOS

Mapa do Portal

 
GUIAS GOURMANDS

GUIA ONDE COMER BEM

GUIA ONDE SE HOSPEDAR
GUIA FAZENDO FESTA
GUIA DE ESCOLAS E CURSOS DE GASTRONOMIA
GUIA ONDE COMPRAR PRODUTOS GASTRONÔMICOS
GUIA DO MERCADÃO DE SÃO PAULO
 

 

APROVADO

 

no CORREIO GOURM@ND

 

    

 

DICIONÁRIOS GASTRONÔMICOS

  ALIMENTOS
     
BEBIDAS
     
  UTENSÍLIOS
     
  EQUIPAMENTOS
     
  MARCAS

 

 

 

 

 

 

 

DICIONÁRIOS GASTRONÔMICOS  

DICIONÁRIOS GASTRONÔMICOS

Alimentando o saber, aprimorando o paladar...

Apoio cultural: 

 

 
 

TEMPEROS

 

CONDIMENTO VEGETAL

Plantas ou parte delas, que por conter substâncias aromáticas ou excitantes, são empregadas para corrigir, fornecer ou melhorar o aroma e o sabor dos alimentos e, em determinados casos, facilitar a sua conservação.

 

ERVAS AROMÁTICAS

Tipo de condimento vegetal representado pelas folhas (partes aéreas) de plantas de porte herbáceo, usadas frescas e ou secas.
 



Os temperos são a alma do prato. Saber dosá-los é uma das grandes artes da gastronomia.

 

Na coluna ao lado você vai encontrar algumas das ervas e dos temperos mais usados. Confira!!!

 

 

 

 

 

As Ervas e seus usos Culinários e Medicinais

 

Vários estudos realizados em universidades da Alemanha, França, Ásia, Estados Unidos e Brasil têm comprovado o que os nossos antepassados já intuíam: as ervas aromáticas e as especiarias possuem princípios ativos com propriedades medicinais. Vale mencionar que dentre todos os alimentos da Dieta do Mediterrâneo, as ervas e especiarias estão presentes, juntamente com o azeite de oliva.

Além do aroma e sabor que conferem à culinária, seu uso é bastante interessante na redução do consumo do sal. Outra propriedade é a capacidade de auxiliar no processo digestivo. Presentes nos cardápios, elas estimulam a produção de enzimas envolvidas na digestão e assim facilitam a absorção dos diversos nutrientes.

Na culinária, devem ser usadas com equilíbrio para destacarem o sabor de um prato e nunca para sobrepujar seu sabor.

As ervas frescas devem ser picadas o mais perto possível da hora de servir e serem acrescentadas à preparação no final do cozimento, para assim evitar que seu gosto e seus componentes medicinais se percam. No caso de preparações que não necessitem de cozimento, devem ser colocadas bem antes da hora de servir, para que possam misturar-se e dar seu sabor aos outros ingredientes.


As ervas secas costumam ser acrescentadas no começo do processo de cozimento.

 

 

Uso Medicinal - Formas de Preparo

 

Os medicamentos caseiros feitos com plantas medicinais podem ser preparados de diversas maneiras; veja agora alguns exemplos:

Chás
1. Infusão: despeje água fervendo sobre as ervas, em uma vasilha e depois deixe bem tampado por alguns minutos. Para fazer infusão em cascas e raízes, deve-se picar bem e deixar em repouso por uns 20 minutos. Depois coar.

2. Decocção: cozinhar a parte a ser utilizada em água; para folhas e flores basta cozinhar por 10 minutos e raízes, cascas e caules, picar bem picadinho e deixar cozinhar por 20 minutos. Depois coar.

3. Maceração: colocar as ervas de molho em água fria; para folhas, flores e sementes devem ficar por 12 horas; cascas e raízes, deve-se picar e deixar de 16 a 24 horas. Depois coar.

Sucos
São obtidos triturando a erva ou o fruto no liquidificador. Pode ou não ser coado, de acordo com a preferência de cada um. Deve-se usar ervas e frutos frescos e preparar no momento da utilização.

Xarope
Misturar o suco (preparado como anteriormente) ou preparar a decocção e acrescentar mel ou açúcar. Pode ser tomado quente ou frio.

Banhos
Cozinhar as ervas durante 20 a 40 minutos, coar e deitar o líquido obtido na água que vai ser usada no banho.

Cataplasma
1. Ervas ao natural: podem ser aplicadas diretamente na parte dolorida, inchada ou ferida.

2. Em forma de pasta: socar com pilão de madeira as plantas até formar uma papa que se coloca sobre o local dolorido. Se não tiver plantas frescas pode usar secas, colocando água quente para formar a pasta.

Gargarejo
Preparar o chá na forma de decocção. Esse chá deve ser bem forte. Deve-se fazer o gargarejo várias vezes ao dia.

Inalações
Colocar as plantas em uma vasilha com água fervida e aproveitar o vapor, aspirando-o.

 

 

 
 

ALIMENTOS de A a Z

 
  Sal
  Aipo (Salsão)
  Alecrim
  Alfavaca
  Cebolinha
  Cerefólio
  Coentro
  Endro (Aneto/Dill)
  Louro
  Manjericão
  MENTA & HORTELÃ
 

Orégano

  PIMENTA
  Salsinha
  Sálvia
  Tomilho
  Vinagre
  Vinagre Balsâmico
 

   Todos os vídeos

PLANTANDO ERVAS AROMÁTICAS EM VASO

 

Além de poderosos remédios da medicina popular, as ervas aromáticas são elementos fundamentais na gastronomia. Entretanto, elas duram muito pouco tempo fora da terra e, muitas vezes, estragam mesmo antes de podermos utilizá-las. Mas, você pode ter sua própria horta de ervas aromáticas em casa. No vídeo acima, veja como é fácil plantá-las.

 

 

Clique aqui e veja esse vídeo ampliado

 

 

 

 

LEIA TAMBÉM:

 

ANVISA regulamenta o uso de plantas medicinais da tradição popular

 

 

    Voltar ao topo  

 

 

APOIO:

 

 

 

 

Ovadia Saadia Comunicações

 

 

 

 

|

|

 

Copyright ©  -  VB Bureau de Projetos e Textos

Atualizado em: 15 abril, 2013.

 
 

Voltar ao topo