CORREIO GOURMAND    

Home

|

O CORREIO GOURMAND

|

CUPOM GOURMAND

|

SORTEIO DO MÊS

|

PREMIADOS

|

PROMOÇÕES

PROMOÇÕES

CORREIO GOURMAND

CADERNO DE CULTURA GASTRONÔMICA CADERNO DE NOTÍCIAS DICIONÁRIOS GASTRONÔMICOS CADERNO SAÚDE & SABOR

CADERNO FOODSERVICE

CADERNO DE RECEITAS VÍDEOS GOURMANDS

CADERNO ROTEIROS TURÍSTICOS

 

CADERNO DE CULTURA GASTRONÔMICA

CADERNO DE NOTÍCIAS

DICIONÁRIOS GASTRONÔMICOS

CADERNO SAÚDE & SABOR

CADERNO FOODSERVICE

CADERNO DE RECEITAS

VÍDEOS GOURMANDS

CADERNO ROTEIROS TURÍSTICOS

DICIONÁRIOS GASTRONÔMICOS

Mapa do Portal

 
GUIAS GOURMANDS

GUIA ONDE COMER BEM

GUIA ONDE SE HOSPEDAR
GUIA FAZENDO FESTA
GUIA DE ESCOLAS E CURSOS DE GASTRONOMIA
GUIA ONDE COMPRAR PRODUTOS GASTRONÔMICOS
GUIA DO MERCADÃO DE SÃO PAULO
 

  DICIONÁRIOS GASTRONÔMICOS  

DICIONÁRIOS GASTRONÔMICOS

Alimentando o saber, aprimorando o paladar...

ALIMENTOS

 

Apoio cultural: 

APROVADO  

   

 

MANGA

Virgínia Brandão

 

 

A manga é fruta nativa da Ásia, mais precisamente da Índia, do sudeste do continente asiático e das ilhas circunvizinhas sendo, sem dúvida, um dos melhores e mais largamente aproveitados frutos de origem tropical.

Apesar de ser cultivada em suas regiões de origem há mais de 4 mil anos, sua introdução em outras terras foi muito lenta: a viagem das mangas pelo mundo iniciou-se apenas com a descoberta das rotas comerciais marítimas entre a Europa e a Ásia, no início do século 16. Foram os portugueses, mais uma vez, que fizeram esse trabalho, levando as mangas, primeiro, para as costas leste e oeste da África trazendo-a, depois, para a América.

Apenas por volta de 1700, segundo  o estudioso Pimentel Gomes, o Brasil, ou melhor, a Bahia, recebeu as primeiras mudas de mangueiras indianas. Dali, foram para o México no século 19, de onde atingiram a região da Flórida.
 

Os deliciosos e excelentes frutos das mangueiras são cultivados, atualmente, em todos os países da faixa tropical e equatorial do globo.

 

 

No Brasil


No Brasil, a fruta foi amplamente disseminada. De acordo com Pio Corrêa, a mangueira foi a árvore asiática que melhor se adaptou ao clima brasileiro, produzindo inúmeras variedades, tornando-se quase obrigatória na paisagem do norte e do nordeste do país, e sendo facilmente encontrada em cultivo na Amazônia e nas regiões Sudeste e Centro-Oeste.

 

Diferentes árvores que produzem diferentes mangas, podem ser encontradas, aos montes, em chácaras e fazendas, em pomares e quintais urbanos e rurais, em pequenas e médias propriedades, além de estarem presentes em espaços públicos como parques, pragas, ruas e avenidas por todo o País.

A cidade de Belém é um exemplo eloqüente dessa abundância, tendo se tornado famosa por suas mangueiras. Noutro extremo do país, na cidade do Rio de Janeiro, as mangueiras também eram tantas que acabaram dando o nome a um bairro, a uma parada de trem e a uma escola de samba: a "verde e rosa" Estação Primeira de Mangueira.
 

Se a manga é uma fruta "de verdade', de polpa carnuda, gostosa, perfumada, consistente, cheia de água e de açúcares, as mangueiras são árvores frondosas, de longuíssima duração e de frutificação abundante. Tudo isso faz com que sejam árvores muito valiosas para quem as possui.
 

Os frutos são lindos e também variados em seus tamanhos, formatos, sabores e cores: por fora, as mangas podem ser verdes, verdes com pintas pretas, amareladas, alaranjadas, douradas, róseas ou violáceas. Dentro da manga - envolvido por uma polpa de cor e sabor fortes, mais ou menos carnuda, mais ou menos doce, mais ou menos fibrosa, dependendo da qualidade da fruta, encontra- se o caroço, grande, achatado e fibroso.

É notável a grande variação apresentada pelos frutos das mangueiras, em todo o mundo: nos livros encontram- se referências que variam entre um número de 500 e 1000 variedades existentes.
As espécies mais conhecidas são a manga-espada, a rosa, a carlota, a bourbon e a coração-de-boi. As originárias da Índia têm a casca amarela ou verde, quando maduras, e a polpa amarela. Nas variedades coloridas, como a haden, a van dyke, a ruby e a palmer, de origem americana, a casca e a polpa da fruta madura são avermelhadas. No Brasil, as mangas são também encontradas em grande diversidade: apenas entre as mais comuns e conhecidas pela população em geral, Pimentel Gomes cita e descreve 36 variedades, todas elas de fácil ocorrência.
 

No entanto, as variedades de mangas mais cultivadas em pomares comerciais alcançam menor número. Basicamente, são variedades obtidas após cuidadoso processo de seleção e de melhoria da fruta, tendo em vista diminuir a quantidade de fibras e de fiapos em sua polpa carnuda, e privilegiar as cores vermelhas e rosadas, mais apreciadas na frota destinada à exportação.

 

 

Características da planta

 

Árvore de grande porte que pode chegar até 30 m de altura com copa densa e frondosa, a mangueira (Mangifera indica) faz parte da família das anacardiáceas, a mesma do cajueiro, do pistache e de várias espécies produtoras de resinas para vernizes. É muito longeva e forma uma copa tão frondosa que nada cresce embaixo dela.

 

Tem folhas lanceoladas, coriáceas e perenes, de coloração avermelhada quando jovem e verde-escura posteriormente. Chegam a trinta centímetros de comprimento por seis de largura.

 

Suas flores são pequenas e perfumadas, vão do branco ao amarelo-esverdeado -- em certas variedades tendem ao cor-de-rosa -- e agrupam-se em grandes panículas, ou cachos terminais. Algumas têm apenas estames, outras têm estames e pistilos. A polinização é feita por insetos, pela ação do vento ou por autopolinização.

O fruto tem forma alongada, ovóide ou arredondada, casca esverdeada com manchas pretas, amarelas ou róseas quando maduro. Polpa carnosa, suculenta comestível, de coloração amarela ou amarelo-alaranjada, fibrosa em algumas variedades. Semente achatada de tamanho variável.


Cultivo

 

As mangueiras se propagam por caroços, enxertia ou mergulhia. Aceitam qualquer tipo de solo, adaptando-se melhor em regiões de clima quente e chuvoso.

 

O período ideal para o plantio é a estação chuvosa. O plantio de mudas deve ser feito em covas grandes bem adubadas com esterco, obedecendo a um espaçamento mínimo de dez metros por dez. O clima ideal apresenta temperaturas médias entre 21° e 27° C, com chuvas em torno de 1.000mm ao ano e estação seca bem definida.  As mudas já começam a produzir por volta do quarto ano, mas as plantas obtidas de caroço costumam levar mais tempo. A colheita das frutas ocorre de outubro a fevereiro.

 

 

Alimento Excelente

 

Rica em vitaminas A, C e D, a manga é consumida ao natural ou sob a forma de sorvetes, doces e sucos. Com ela faz-se também o mango-chutney, condimento indiano muito difundido no Ocidente.

 

 

Propriedades Nutricionais
Encontra-se na manga um bom teor de carboidratos, Betacaroteno (provitamina A), Vitamina C, Vitaminas do Complexo B, Ferro, Fósforo, Cálcio, Potássio, Magnésio e Zinco.

Propriedades Medicinais

A manga ajuda a purificar o sangue e um bom diurético. Pura ou em sucos combate a bronquite, tem efeito expectorante e combate a acidez estomacal.

Valor Calórico
100 gramas de manga fornecem, em média, 64,3 calorias.


Como Comprar

A manga boa para consumo deve estar macia quando apertada com os dedos, mas sem que a casca se rompa pela pressão. Não deve apresentar batidas, rachaduras ou estar melada.

Como Armazenar
Para conservá-la, basta mantê-la em lugar fresco e ventilado ou despolpe-a e congele.

Como Preparar
A manga é uma das frutas tropicais mais procuradas do mundo. Consumida ao natural, pode, contudo ser transformada em polpa simples, suco, refresco, sorvete, doce (pasta ou compota ) , picles e até chutney.
 

 

 

ETIQUETA 

 

Embora bom mesmo seja comer a manga com as mãos, isso nem sempre é possível por causa da "melança" que faz, Através das fotos abaixo, damos a dica simples de uma forma de cortar a manga para ser servida:

 

 

     

 

 

     
 



Fonte: Enciclopédia Britânica

CLIQUE AQUI

 e veja estas e outras imagens ampliadas

  Você gostou? Então compartilhe!!  
 

 

Voltar à página principal de DICIONÁRIO GASTRONÔMICO DE ALIMENTOS - Frutas

 
 

 

 

 

 

MANGA

 

Nome Científico: Mangifera indica

 

 

Outros idiomas:

Francês - Mangue

Italiano - Mango

Espanhol - Mango

Inglês – Mango

Alemão - Mango

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

    Voltar ao topoa>  

 

  no Correio Gourm@nd  

 

APOIO:

 

 

 

 

Ovadia Saadia Comunicações

 

 

 

 

|

|

 

Copyright   -  VB Bureau de Projetos e Textos

Atualizado em: 02 janeiro, 2018.

 
 

Voltar ao topo