CORREIO GOURMAND    

Home

|

O CORREIO GOURMAND

|

CUPOM GOURMAND

|

SORTEIO DO MÊS

|

PREMIADOS

|

PROMOÇÕES

PROMOÇÕES

CORREIO GOURMAND

CADERNO DE CULTURA GASTRONÔMICA CADERNO DE NOTÍCIAS DICIONÁRIOS GASTRONÔMICOS CADERNO SAÚDE & SABOR

CADERNO FOODSERVICE

CADERNO DE RECEITAS VÍDEOS GOURMANDS

CADERNO ROTEIROS TURÍSTICOS

 

CADERNO DE CULTURA GASTRONÔMICA

CADERNO DE NOTÍCIAS

DICIONÁRIOS GASTRONÔMICOS

CADERNO SAÚDE & SABOR

CADERNO FOODSERVICE

CADERNO DE RECEITAS

VÍDEOS GOURMANDS

CADERNO ROTEIROS TURÍSTICOS

DICIONÁRIOS GASTRONÔMICOS

Mapa do Portal

 
GUIAS GOURMANDS

GUIA ONDE COMER BEM

GUIA ONDE SE HOSPEDAR
GUIA FAZENDO FESTA
GUIA DE ESCOLAS E CURSOS DE GASTRONOMIA
GUIA ONDE COMPRAR PRODUTOS GASTRONÔMICOS
GUIA DO MERCADÃO DE SÃO PAULO
 

  DICIONÁRIOS GASTRONÔMICOS  

DICIONÁRIOS GASTRONÔMICOS

Alimentando o saber, aprimorando o paladar...

ALIMENTOS

 

LEGUME

Apoio cultural: 

APROVADO  

 

TAMARINDO

 

 

O tamarindo é o fruto do tamarindeiro, árvore da família das leguminosas, originária da África Tropical, de onde se dispersou por todas as regiões tropicais do planeta.

 

Trata-se de uma vagem alongada, reta ou curva, classificada como legume, com cinco a quinze centímetros de comprimento, casca castanho escura, lenhosa, dura e quebradiça, que contém de três a oito sementes envoltas por uma polpa marrom avermelhada fibrosa, pegajosa e de gosto agridoce. A polpa do tamarindo possui alto teor de ácido tartárico, elemento estimulante das glândulas salivares que dá um gosto amargo à alimentação, mas, também, é um poderoso antioxidante, que ajuda a proteger o corpo de radicais livres prejudiciais. É, ainda, é rica em sais minerais como cobre, potássio, cálcio, selênio ferro, zinco e magnésiocálcio, fósforo, ferro e cloro, e possui propriedades laxativa e anti-inflamatória.

 

A utilização do tamarindo dá-se, principalmente, a partir da polpa, no preparo de doces, sorvetes, licores, sucos concentrados e, ainda, como tempero para arroz, carne, peixe e outros alimentos. As flores e as folhas do tamarindeiro também podem ser consumidas em saladas e sopas.

 

Para usar a polpa é preciso abrir a vagem descartando as cascas, retirar as fibras do interior e deixar de molho em água. Depois, levar ao fogo para cozinhar durante 30 minutos e passar por uma peneira. As folhas e as flores também são comestíveis.

 

Na maioria das propriedades rurais da Índia, os frutos do tamarindeiro, são secos no sol por cinco a sete dias. Uma vez secos os frutos, as cascas são rachadas para a retirada da polpa. As fibras, sementes e pedaços de cascas são removidos da polpa com as mãos. A polpa é seca por três a quatro dias antes de ser comprimida para o armazenamento. Antes do armazenamento, mistura-se sal ou açúcar à polpa, de acordo com a preferência. As sementes podem ser usadas em processo industrial, e devem ser secas por aproximadamente dois dias.

 

No Sudeste Asiático e na Índia, era atribuída ao tamarindeiro a fama de ser morada de influências maléficas, sendo seu perfume, sua sombra e objetos produzidos de seu tronco considerados perigosos. Segundo a tradição, as armas que possuíssem bainha feita de sua madeira teriam poderes para dominar o mais temível inimigo, até mesmo os considerados invulneráveis. Na Europa, era conhecido desde a Idade Média, tendo sido introduzido, possivelmente, através dos árabes, que o chamavam de “Tamr al-Hindi” - “tâmara da Índia”, em referência à sua polpa, semelhante à da tâmara.

 

No Brasil, difundido e cultivado há séculos, o tamarindeiro é uma árvore que, devido a grande beleza e produção de sombra, é muito apreciada como ornamental e para urbanização, nas cidades e estradas, apesar de apresentar um crescimento lento. Seu tronco fornece madeira de boa qualidade para construção civil, embora difícil de trabalhar pela sua dureza a serras e pregos.

 

 

Composição Nutricional

100 gr polpa de tamarindo crua

 

Umidade 22,0 %
Energia 276 kcal
1154 kJ
Proteína 3,2 g
Lipídeos 0,5 g
Colesterol NA mg
Carboidrato 72,5 g
Fibra Alimentar 6,4 g
Cinzas 1,9 g
Cálcio 37 mg
Magnésio 59 mg

 

Fonte: Tabela Brasileira de Composição de Alimentos – TACO

Universidade Estadual de Campinas – UNICAMP 

Fontes:Enciclopédia Britânica

Wikipédia

PROCESSAMENTO ARTESANAL DO TAMARINDO
NUMA ALDEIA TAILANDESA













 

Receita com TAMARINDO:

 

  Você gostou? Então compartilhe!!  
 

Voltar à página principal de HORTALIÇAS LEGUME

 

 

 

 
 

 

Tamarindo

Tamarindus indica

 

Espanhol: Tamarindo

Francês: Tamarin

Italiano: Tamarandizio

Inglês: Tamarind

Alemão: Tamarind

 

 

 

 

 

 

O TAMARINDEIRO

O tamarindeiro é uma árvore maciça, de crescimento lento e de longa vida, que sob condições favoráveis pode alcançar uma altura de 30 metros, uma copa de 12 metros de diâmetro e uma circunferência de tronco de 7,5 metros. É altamente resistente ao vento. Possui ramos fortes, flexíveis e grandes, inclinando-se nos extremos. Tem casca de cor cinza-escuro, áspera e com fissuras. As folhas são coloração verde-clara, compostas , pinadas, alternas, glabras, consistindo em 10 a 20 pares de folíolos oblongos opostos, com 1,25 a 2,5 cm de comprimento e 5 a 6 mm de largura, os quais se dobram à noite.

 

As flores são de coloração quase branca ou rosada, agrupadas em cachos irregulares, nos ápices dos ramos. Possuem pedúnculos pequenos, com cinco pétalas (duas reduzidas), amarelas com listras alaranjadas ou vermelhas. Os botões florais são distintamente cor-de-rosa, devido à cor exterior de quatro sépalas que são escorridas quando a flor se abre.

 

 

 

 

    Voltar ao topo/a>  

 

  no Correio Gourm@nd  

 

APOIO:

 

 

 

 

Ovadia Saadia Comunicações

 

 

 

 

|

|

 

Copyright   -  VB Bureau de Projetos e Textos

Atualizado em: 02 janeiro, 2018.

 
 

Voltar ao topo