CORREIO GOURMAND    

Home

|

O CORREIO GOURMAND

|

CUPOM GOURMAND

|

SORTEIO DO MÊS

|

PREMIADOS

|

PROMOÇÕES

PROMOÇÕES

CORREIO GOURMAND

CADERNO DE CULTURA GASTRONÔMICA CADERNO DE NOTÍCIAS DICIONÁRIOS GASTRONÔMICOS CADERNO SAÚDE & SABOR

CADERNO FOODSERVICE

CADERNO DE RECEITAS VÍDEOS GOURMANDS

CADERNO ROTEIROS TURÍSTICOS

 

CADERNO DE CULTURA GASTRONÔMICA

CADERNO DE NOTÍCIAS

DICIONÁRIOS GASTRONÔMICOS

CADERNO SAÚDE & SABOR

CADERNO FOODSERVICE

CADERNO DE RECEITAS

VÍDEOS GOURMANDS

CADERNO ROTEIROS TURÍSTICOS

DICIONÁRIOS GASTRONÔMICOS

Mapa do Portal

 
GUIAS GOURMANDS

GUIA ONDE COMER BEM

GUIA ONDE SE HOSPEDAR
GUIA FAZENDO FESTA
GUIA DE ESCOLAS E CURSOS DE GASTRONOMIA
GUIA ONDE COMPRAR PRODUTOS GASTRONÔMICOS
GUIA DO MERCADÃO DE SÃO PAULO
 

  DICIONÁRIOS GASTRONÔMICOS  

DICIONÁRIOS GASTRONÔMICOS

Alimentando o saber, aprimorando o paladar...

ALIMENTOS

 

RAIZ

Apoio cultural: 

APROVADO  

 

CEBOLA

Virgínia Brandão

 

 

Cebola é o nome vulgar da planta cujo nome científico é Allium cepa. Em sistema taxonómicos mais antigos, pertencia à família das Liliáceas e subfamília das Alioídeas - taxonomistas mais recentes incluem-na na família das Alliaceae. O termo refere-se, também ao seu bulbo, constituído por folhas escamiformes, em camadas. Esse bulbo, que é a cebola propriamente dita, pode ser oblongo ou achatado, de cor branca, dourada ou violeta, e tanto ele como as folhas, tubulares e ocas, são comestíveis, cozidas ou cruas. As suas flores estão dispostas em umbela (tipo de inflorescência em que os pedúnculos florais partem todos do mesmo ponto e têm comprimento igual). Ela é uma planta herbácea, com folhas cerosas e raízes fasciculadas (em forma de cabeleira. É planta anual, para produção de bulbos, e bienal, para produção de sementes.

 

A cebola é a hortaliça condimentar mais difundida no mundo. Apesar de sua pequena importância nutricional como fonte de vitaminas e sais minerais - possui baixo teor protéico e de aminoácidos essenciais - apresenta propriedades terapêuticas comprovadas, O teor de água varia de 86% a 92% conforme a espécie em análise.

 

Cultivada desde épocas remotas, a cebola é, provavelmente, originária da Ásia Central, de onde atingiu a Pérsia e, dali, irradiou-se para a África e por todo o continente europeu. Do Velho Mundo, foi trazida para as Américas, pelos primeiros colonizadores. Todos os povos antigos (caldeus, gregos e romanos) a consumiam em larga escala. No Egito há documentos que descrevem a importância da cebola como alimento e seu uso em arte, medicina e na mumificação. Foi encontrada freqüentemente em sarcófagos, sendo associada às superstições e mitologias egípcias.

 

Tal como as plantas afins - chalota (A. escalonicum), alho (A. sativum), cebolinha ou cebola-de-cheiro (A. fistulosum), alho-porro (A. porrum) - a cebola contém substância muito semelhante ao glúten, além de açúcar não cristalizável, mucilagem, ácidos acético e fosfórico, citrato calcário e celulose. O óleo volátil, sulfurado e acre da cebola irrita os olhos e faz chorar.

 

Existem várias espécies de cebola. No Brasil, era cultivada, de início, apenas nos Estados sulinos, especialmente no Rio Grande do Sul, onde se aclimatou muito bem. Aos poucos, foi interessando a outras regiões, sendo, atualmente, cultivada desde o Nordeste até o extremo Sul do país. As espécies mais cultivadas por aqui são as amarelas-do-rio-grande, chata-roxa-da-argentina, amarelo-rósea-das-canárias e branco-de-nápoles. O cultivo exige sol e terra sadia, um tanto seca, com boa adubação e drenagem. A colheita se faz quando as hastes começam a murchar. Seu período de safra é de setembro a março.

 

 

Na culinária

 

Usada principalmente como condimento, a cebola é a base de todos os temperos, combinando e oferecendo um sabor especial a quase todos os tipos de pratos.

 

Entretanto, também pode ser utilizada crua em saladas e entradas e no preparo de sopas, patês, pães, biscoitos, ou frita à milanesa. A cebola assada com casca, no espeto, é um excelente acompanhamento para churrasco.

 

A cebola congelada somente é adequada para uso em pratos cozidos ou assados. Para descongelar, coloque-a em água fervente com sal, ou diretamente ao fogo, durante o preparo do prato.

 

 

Como comprar

 

A cebola não apresenta grandes problemas para sua compra. Os únicos cuidados são: verificar sua consistência, uniformidade e brilho da casca. Escolha os bulbos com cuidado, sem apertá-los ou jogá-los na banca de exposição. Prefira bulbos firmes, com casca seca e pescoço seco e cicatrizado. Entre bulbos de mesmo tamanho escolha os mais pesados. Evite bulbos brotados, com feridas, áreas amolecidas e mofo.

 

 

Como Conservar

 

A cebola conserva-se por tempo prolongado, 3 a 5 semanas, sem necessidade de refrigeração. Mantenha os bulbos em local seco, fresco, escuro e bem ventilado. As cebolas de sabor mais suave, ou seja menos picante, apresentam menor durabilidade, enquanto as cebolas mais picantes, conservam-se por maior período. As cebolas roxas, em geral, se conservam por maior tempo do que as cebolas brancas e amarelas.

 

A cebola picada ou ralada deve ser mantida em geladeira, envolvida por filme plástico ou em vasilha de plástico tampada, por até um dia. A vasilha a ser usada deve ter o tamanho certo para a quantidade a ser conservada; quando se utilizar filme de plástico, este deve ficar bem aderido à cebola picada.

 

Para congelar a cebola, pique-a ou corte-a em rodelas, coloque as porções sobre uma travessa ou vasilha aberta e leve ao congelador. Quando as porções estiverem congeladas, acondicione-as em recipiente de plástico rígido ou em saco de plástico do qual se retira a maior quantidade possível de ar. Nesta condição a cebola pode ser conservada por até 6 meses.

 

Outra maneira de conservar a cebola consiste em triturá-la, transformando-a em pasta e adicionando sal e alho para aumentar a sua durabilidade. Deve-se manter 1 parte de alho para 3 partes de cebola para 10 partes de sal. Esta pasta pode ser mantida em condição ambiente por até 25 dias.

 

 

Composição Nutricional

 

Cada 100 gramas de Cebola (Allium cepa) contém:

  • Calorias - 33kcal

  • Proteínas - 1,5g

  • Gorduras - 0,3g

  • Vitamina A - 125 U.l.

  • Vitamina B1 (Tiamina) - 60 mcg

  • Vitamina B2 (Riboflavina) - 45 mcg

  • Vitamina B5 (Niacina) - 0,15 mg

  • Vitamina C (Ácido ascórbico) - 10 mg

  • Potássio - 180 mg

  • Fósforo - 45 mg

  • Cálcio - 35 mg

  • Sódio - 16 mg

  • Silício - 8 mg

  • Magnésio - 4 mg

  • Ferro - 0,5 mg

 

 

Usos Medicinais

 

Pode ser considerada como auxiliar do organismo na defesa contra infecções, eliminando ao mesmo tempo eventuais substâncias tóxicas através dos rins, resultado da ação dos seus sais minerais, principalmente o Fósforo, Ferro e Cálcio e vitaminas do Complexo B e vitamina C.

 

É indicada para abrir o apetite, regulariza enfermidades do estômago, é ótima contra prisão-de-ventre, inchaços de qualquer natureza, problemas de pele, garganta, ossos (reumatismo), intestino e,é ainda, diurética.

 

O caldo de cebolas fervido, e com mel, é eficaz contra resfriados, gripes, tosse, bronquite e asma. Ela também depura o sangue e o fígado de substâncias tóxicas e aumenta a diurese.

 

Rica em elementos protetores contra infecção, é a pior inimiga dos vermes intestinais, eliminando, ao mesmo tempo, eventuais substâncias tóxicas através dos rins. Essas propriedades, entretanto, se perdem quando a cebola é cozida.

 

Ótima contra cálculos biliares, a cebola remove ainda as obstruções das vísceras e limpa as vias respiratórias. Crua, colocada sob o nariz, ela corta hemorragias nasais.

 

Aplicado topicamente, o suco de cebola é muito bom para as picadas de aranhas, abelhas e vespas, enfim, de insetos em geral. A cebola também é um excelente preventivo do enfarte. Frita ou assada, ajuda a dissolver coágulos sanguíneos. Para quem sofre de acidez estomacal ou formação de gases a cebola crua não é recomendada.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fontes: Wikipédia

Correioweb

Cidade Escola

Vitamina & Cia

Enciclopédia Britânica

  Você gostou? Então compartilhe!!  
 

Voltar à página principal de HORTALIÇAS RAIZ

 

 

 

 
 

 

CEBOLA

Nome científico: Allium cepa

 

CLASSIFICAÇÃO CIENTÍFICA

Reino: Plantae

Divisão: Magnoliophyta

Classe: Liliopsida

Ordem: Asparagales

Família: Alliaceae

Gênero: Allium

Espécie: A. cepa

 

Outros idiomas:

Francês - Oignon

Italiano - Cipolla

Espanhol - Cebolla

Inglês - Onion

Alemão - Zwiebel

 

 

Porque a cebola faz chorar?

 

Quando as cebolas são cortadas, as suas células são quebradas. As células das cebolas têm duas seções, uma com enzimas chamadas alinases e outra com sulfuretos (sulfóxidos de aminoácidos). As enzimas decompõem os sulfuretos produzindo ácido sulfénico. O ácido sulfénico é instável e decompõe-se num gás volátil chamado sin-propanetial-S-óxido. O gás dissipa-se pelo ar e eventualmente chega aos olhos, onde vai reagir com a água para formar uma solução muito fraca de ácido sulfúrico. O ácido sulfúrico irrita as terminações nervosas do olho, fazendo-os arder. Em resposta a esta irritação, as glândulas lacrimais entram em ação para diluir e lavar a irritação. É provável que tenha por hábito esfregar os olhos, mas isso é o pior a fazer uma vez que você terá sumo de cebola nas mãos. Não obstante, são estes compostos voláteis que dão o sabor característico à cebola e o aroma agradável quando cozinhada. Para reduzir a libertação do gás recomendas-se descascar a cebola debaixo de água corrente, ou mesmo debaixo de água, embora esta medida seja pouco prática ou ecológica. Molhar as mãos e a cebola antes de a cortar vai reduzir o efeito do gás, porquanto algum do gás vai reagir com a água das mãos ou da cebola (e não com a umidade dos seus olhos). O cheiro das mãos poderá ser eliminado com limão. Também ajuda respirar profundamente pela boca, uma vez que grande parte do gás será inalado e menos ficará disponível para reagir com os olhos. Uma faca bem afiada danifica menos células da cebola, libertando-se menos gás — logo menos irritação. Cebolas frias tiradas da geladeira provocarão menos irritação uma vez que as baixas temperaturas inibem a difusão das enzimas e do gás. Algumas pessoas costumam colocar a faca por 2 minutos na geladeira antes de cortar as cebolas para diminuir as lágrimas. Diferentes espécies de cebolas libertarão quantidades diferentes de ácidos, portanto a irritação que provocam também será diferente.

    Voltar ao topo  

 

  no Correio Gourm@nd  

 

APOIO:

 

 

 

 

Ovadia Saadia Comunicações

 

 

 

 

|

|

 

Copyright   -  VB Bureau de Projetos e Textos

Atualizado em: 02 janeiro, 2018.

 
 

Voltar ao topo