CORREIO GOURMAND    

Home

|

O CORREIO GOURMAND

|

CUPOM GOURMAND

|

SORTEIO DO MÊS

|

PREMIADOS

|

PROMOÇÕES

PROMOÇÕES

CORREIO GOURMAND

CADERNO DE CULTURA GASTRONÔMICA CADERNO DE NOTÍCIAS DICIONÁRIOS GASTRONÔMICOS CADERNO SAÚDE & SABOR

CADERNO FOODSERVICE

CADERNO DE RECEITAS VÍDEOS GOURMANDS

CADERNO ROTEIROS TURÍSTICOS

 

CADERNO DE CULTURA GASTRONÔMICA

CADERNO DE NOTÍCIAS

DICIONÁRIOS GASTRONÔMICOS

CADERNO SAÚDE & SABOR

CADERNO FOODSERVICE

CADERNO DE RECEITAS

VÍDEOS GOURMANDS

CADERNO ROTEIROS TURÍSTICOS

CADERNO DE RECEITAS

Mapa do Portal 

 
GUIAS GOURMANDS

GUIA ONDE COMER BEM

GUIA ONDE SE HOSPEDAR
GUIA FAZENDO FESTA
GUIA DE ESCOLAS E CURSOS DE GASTRONOMIA
GUIA ONDE COMPRAR PRODUTOS GASTRONÔMICOS
GUIA DO MERCADÃO DE SÃO PAULO
 

 

APROVADO

 


 

CADERNO DE RECEITAS CORREIO GOURMAND  

Para você brilhar na cozinha

Apoio cultural: 

 

BRIGADEIRO  

 

 

Tia Romilda

 

 

 

Categoria: Festa/Lanche/Sobremesa

Tipo de Cozinha: Brasileira

Rendimento: de 20 a 25 unidades

Tempo de Preparo: 60 minutos

Grau de Dificuldade: Fácil

 

 

 

Um pouco de História

 

Brigadeiro ou negrinho (como é chamado no Sul do Brasil) é o mais famoso e difundido doce de festa brasileiro, normalmente presente nas mesas de aniversário, junto com o cajuzinho e o beijinho. 

 

Conta-se que surgiu em meados da década de 40 do século 20, quando, em 1945, o brigadeiro Eduardo Gomes candidatou-se à Presidência da República pela UDN - União Democrática Nacional, concorrendo com o, também militar, Eurico Gaspar Dutra.

 

O brigadeiro era um homem bonito, de físico avantajado, muito charmoso e solteiro. Com o slogan "Vote no Brigadeiro que é bonito e é solteiro" , o candidato fazia grande sucesso entre as mulheres. E, um grupo delas, moradoras do requintado bairro do Pacaembu, na cidade de São Paulo, organizou diversas festas em prol da sua candidatura. Diz a História, que numa destas ocasiões, criaram um doce que misturava leite condensado, chocolate e manteiga, e o batizaram de "brigadeiro", em sua homenagem. Apesar do doce apoio recebido, a eleição foi ganha pelo General Eurico Gaspar Dutra. Entretanto, para deleite da posteridade, a culinária brasileira ganhou essa delícia que tem adeptos de todas as idades de Norte a Sul do Brasil e que, com imigração brasileira para os 4 cantos do mundo, tem se tornado mundialmente conhecido e apreciado.

 

 

Ingredientes

 

1 lata de leite condensado
1 colher de sopa de manteiga sem sal
2 colheres (sopa) de cacau em pó ou 4 colheres (sopa) de chocolate em pó
Chocolate granulado para cobrir as bolinhas

Forminhas para acondicionar os docinhos

 

 

Modo de Fazer

  • Em uma panela, coloque o leite condensado, a manteiga e o cacau (ou chocolate em pó).

  • Cozinhe em fogo médio, mexendo com uma colher de pau sem parar, até que a massa comece a desgrudar da panela.

  • Retire do fogo, deixe esfriar bem e, então, com as mãos untadas de manteiga, faça bolinhas e envolva-as em chocolate granulado.

  • Coloque cada bolinha numa forminha de sua preferência. Existem diversos tipos disponíveis no mercado e você também pode usar sua criatividade para embalá-los de uma forma personalizada.

 

 

 

Saiba mais sobre:

Chocolate

 

Cacau

 
Manteiga  
     

 

 

Para saber onde comprar os endereços dessa receita, clique aqui.

 

 

Voltar ao Índice Geral de DOCES

 

    Voltar ao topo  

 

  no Correio Gourm@nd  

 

APOIO:

 

 

 

 

Ovadia Saadia Comunicações

 

 

 

 

|

|

 

Copyright ©  -  VB Bureau de Projetos e Textos

Atualizado em: 02 janeiro, 2018.

 
 

Voltar ao topo