BOLETIM GOURMAND - linha direta com o melhor da gastronomia

 

 

 

 

 

   
     
 

 

 
 
 

Variadas

 

 

     

 

ACARAJÉ

Tia Romilda

 

 

Clique na imagem para ampliá-la

 

Categoria: Entrada/Lanche
Tipo de Cozinha: Brasileira
Rendimento: 10 unidades
Tempo de Preparo: 14 horas
Grau de Dificuldade: Médio

 

 

Acarajé

O acarajé é um bolinho de origem africana feito de feijão fradinho moído, batido posteriormente com cebola ralada, água e sal e frito em azeite de dendê. A iguaria é vendida em tabuleiros nas ruas de Salvador desde o final da escravidão, e vem recheado com complementos: vatapá, caruru, salada, pimenta e camarão.


Trata-se de um dos mais importantes símbolos da cultura do Estado da Bahia e uma iguaria apreciada por baianos e turistas que ficam encantados com o sabor, aroma, cor e a forma descontraída de degustar este bolinho que é frito na hora e consumido nas ruas e parias de capital baiana. O acarajé também é um dos elementos místicos da culinária do candomblé, representando uma das principais oferendas usadas nos rituais para os orixás, especialmente de Iansã, mulher de Xangô. Este fato é de suma importância para a preservação da forma de elaboração e da cultura da comercialização deste produto em tabuleiros.

 

O segredo para o acarajé ficar macio é o tempo que se bate a massa. Quando a massa está no ponto, fica com a aparência de espuma. Normalmente usam-se duas colheres para fritar, uma colher para pegar a massa e uma colher de pau para moldar os bolinhos. O azeite deve estar bem quente antes de colocar o primeiro acarajé para fritar. Esse primeiro acarajé sempre é oferecido a Exu pela primazia que tem no candomblé. Os seguintes são fritos normalmente e ofertados aos orixás para os quais estão sendo feitos.
 

 

Ingredientes:
 

Para o Vatapá

 

300 g de camarão seco
3 pães franceses
400 ml de leite de coco
1/2 xícara (chá) de azeite de dendê
1 xícara (chá) de castanha de caju torrada
3 colheres (sopa) de azeite
1 cebola picada
4 dentes de alho picados
1 pimentão vermelho picado
4 colheres (sopa) de gengibre picado
1/2 xícara (chá) de salsinha picada
1/2 xícara (chá) de coentro picado
Sal e pimenta-do-reino a gosto

 

 

Maneira tradicional de preparar
Deixe o feijão fradinho de molho com a água durante 24 horas.
Troque várias vezes a água para não azedar.
Depois, lave bem em vários litros de água e, em seguida, retire a casca e os olhinhos pretos.
Passe o feijão no moinho ou no processador, aos poucos.
Coloque em uma bacia e o restante é igual ao preparo desta receita.

Para o acarajé

500 g de feijão fradinho
6 cebolas grandes
500 ml de óleo de canola
500 ml de azeite de dendê
2 xícaras (chá) de vatapá
150 g de camarão seco
sal a gosto

Modo de Preparo

 

Vatapá

  • Com uma faquinha, retire as cabeças dos camarões. Coloque-os dentro de uma tigela com água e deixe de molho. Troque a água de 15 em 15 minutos. Faça isso 8 vezes.

  • Numa tigela com água, coloque os pães e deixe de molho por 15 minutos. Escorra e aperte bem entre as mãos para tirar todo o excesso de água. Reserve.

  • Escorra os camarões. Transfira-os para o liquidificador e junte o leite de coco, o azeite de dendê, a castanha e os pães molhados.

  • Bata aos poucos, dando intervalos (de preferência use o botão "pulse" do liquidificador) pois os ingredientes formarão uma massa grossa, difícil de ser batida.

  • Numa panela, coloque o azeite e leve ao fogo médio. Quando estiver bem quente, junte a cebola e o alho. Mexa bem e refogue por 5 minutos. Junte o pimentão e o gengibre e refogue por mais 5 minutos.

  • Transfira a mistura do liquidificador para a panela com os pimentões e mexa muito bem. Cozinhe por 15 minutos sem parar de mexer. Abaixe o fogo, junte a salsinha e o coentro picados. Sem parar de mexer, cozinhe por mais 5 minutos. Desligue o fogo. Reserve.

Acarajé

  • Num processador de alimentos, coloque os feijões inteiros e crus, e bata por alguns segundos, apenas para quebrar os grãos, sem deixar virar uma farinha.

  • Transfira os feijões para um recipiente e cubra com água. Deixe de molho por, no mínimo, 12 horas. Mexa os feijões com uma colher e retire as cascas que sobem à superfície com uma peneirinha. Repita este procedimento várias vezes. Em seguida, lave os feijões sob água corrente.

  • Descasque 5 cebolas e corte-as em cubos grandes.Preserve uma cebola inteira e com casca.

  • Num processador, bata os feijões e as cebolas cortadas por 3 minutos, ou até obter uma pasta lisa e uniforme. Tempere com sal e bata novamente. Transfira a pasta do processador para uma panela grande e funda.

  • Com uma colher de pau, bata a massa até que triplique de volume. Este processo é demorado, mas importantíssimo para a fermentação.

  • Numa panela média, coloque o óleo, o azeite de dendê e a cebola com a casca e leve ao fogo alto para aquecer.

  • Modele os acarajés com duas colheres de sopa: passe a massa de uma colher para a outra até ganhar o formato de bolinho.

  • Frite os bolinhos no óleo bem quente por 3 minutos de cada lado. Durante o processo, regule a temperatura do óleo abaixando ou subindo a chama do fogo conforme necessário para não queimar os bolinhos.

  • Retire os bolinhos com uma escumadeira e coloque num prato com várias camadas de papel-toalha.

  • Corte os bolinhos ao meio e recheie com vatapá. Coloque o camarão seco dentro do acarajé, feche e sirva a seguir.

 

 

 

 

 

Para saber mais sobre:
Cozinha Baiana, clique aqui.  
Azeite de Dendê, clique aqui.  
Leite de Coco, clique aqui.  
Pescado, clique aqui.  
Sal, clique aqui.  
     

 

 

 

Para saber onde comprar os ingredientes dessa receita, clique aqui.

 

 

 

Voltar ao topo

 

 

Apoio:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ovadia Saadia Comunicações

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

|

|

 

Copyright ©  -  VB Bureau de Projetos e Textos

Atualizado em: 02 janeiro, 2018.