CORREIO GOURMAND    

Home

|

O CORREIO GOURMAND

|

CUPOM GOURMAND

|

SORTEIO DO MÊS

|

PREMIADOS

|

PROMOÇÕES

PROMOÇÕES

CORREIO GOURMAND

CADERNO DE CULTURA GASTRONÔMICA CADERNO DE NOTÍCIAS DICIONÁRIOS GASTRONÔMICOS CADERNO SAÚDE & SABOR

CADERNO FOODSERVICE

CADERNO DE RECEITAS VÍDEOS GOURMANDS

CADERNO ROTEIROS TURÍSTICOS

 

CADERNO DE CULTURA GASTRONÔMICA

CADERNO DE NOTÍCIAS

DICIONÁRIOS GASTRONÔMICOS

CADERNO SAÚDE & SABOR

CADERNO FOODSERVICE

CADERNO DE RECEITAS

VÍDEOS GOURMANDS

CADERNO ROTEIROS TURÍSTICOS

CADERNO DE RECEITAS

Mapa do Portal 

 
GUIAS GOURMANDS

GUIA ONDE COMER BEM

GUIA ONDE SE HOSPEDAR
GUIA FAZENDO FESTA
GUIA DE ESCOLAS E CURSOS DE GASTRONOMIA
GUIA ONDE COMPRAR PRODUTOS GASTRONÔMICOS
GUIA DO MERCADÃO DE SÃO PAULO
 

 

APROVADO

 


 

CADERNO DE RECEITAS CORREIO GOURMAND  

Para você brilhar na cozinha

 

Apoio cultural: 

 

     

 

 

Clique na imagem para ampliá-la

 

 

 

Maniva, folha da mandioca moída, crua ou cozida, ingrediente básico da Maniçoba

 

 

 

MANIÇOBA

 

 

Fernando Oikawa

 

 

 

A maniçoba, também conhecida como feijoada paraense, é um dos pratos da culinária brasileira, de origem indígena. O seu preparo é feito com as folhas da maniva/mandioca (Manihot utilíssima) moídas e cozidas, por aproximadamente uma semana (para que se retire da planta o acido cianídrico, que é venenoso), acrescida de carne de porco, carne bovina e outros ingredientes defumados e salgados. A maniçoba é servida acompanhada de arroz, farinha de mandioca e pimenta. Esse é um, dos vários pratos típicos do estado do Pará.  >>> Leia mais

 

 

 

Categoria: Prato Principal

Tipo de Cozinha: Brasileira

Rendimento: 20 porções

Tempo de Preparo: 7 dias se for preparar a maniva em casa + 8 horas de preparo e cozimento da receita

Grau de Dificuldade: Fácil, mas trabalhosa

 

 

 

Ingredientes

 

2 kg de maniva pré-cozida por 7 dias

500 g de carne seca dessalgada

1 linguiça tipo calabresa

2 unidades de linguiça tipo paio

1 chouriço

500 g de bacon

500 g de barriga suína (sem couro)

1 orelha suína limpa

1 pé suíno limpo

2 folhas de louro

50 ml de gordura de sua preferência

500 g de costelinha salgada (já dessalgada)

5 dentes de alho

1 cebola picada miúda

pimenta de cheiro do Pará

 

 

Modo de Fazer

  • Dessalgue com antecedencia todas as carnes salgadas e reserve.

  • Retire o couro do bacon e corte em cubos grandes.

  • Retire a pele das lingüiças e corte em fatias grossas.

  • Corte a barriga em cubos pequenos.

  • Reserve tudo separadamente.

  • Em uma panela anti-aderente, comece a fritar os itens separadamente, bacon, linguiças, barriga. Reserve os itens (podem ser todos juntos).

  • Na gordura restante, frite rapidamente a carne seca cortada em cubos grandes e os pedaços da costelinha (que deve estar dessalgada).

  • Escalde com água fervendo, a orelha e o pé suino. O pé, pode ser cortado ao meio no sentido longitudinal.

  • Em uma panela enorme, coloque a maniva, complete com água até ficar na consistência de um caldo de feijão (A maniva é uma fibra moída, portanto tem textura quase como a de uma massa).

  • Aqueça. Depois de aquecida, junte todas carnes e a folha de louro, tempere com alho e cebola fritos no óleo. Ainda não coloque sal, pois o líquido vai evaporar e consequentemente o prato ficaria salgado.

  • Permita que cozinhe por aproximadamente 4-6 horas, pingando água se necessário.

  • Ao final do cozimento as carnes devem estar quase desmanchando, a maniva deve estar com uma coloração esverdeada-enegrecida.

  • Corrija o sal, e acrescente pimenta. 

  • Sirva com arroz branco e farinha de mandioca.

 

 

 

Saiba mais sobre:
Mandioca
Cebola
Cozinha Brasileira

 

Para saber onde comprar os ingredientes dessa receita, clique aqui.

 

  Você gostou do CORREIO GOURMAND? então compartilhe!!  
 

 

Voltar ao Índice Geral de PRATOS PRINCIPAIS - VARIADOS

 

  Foto: João Alvarez  Voltar ao topo  

 

  no Correio Gourm@nd  

 

APOIO:

 

 

 

 

Ovadia Saadia Comunicações

 

 

 

 

|

|

 

Copyright ©  -  VB Bureau de Projetos e Textos

Atualizado em: 02 janeiro, 2018.

 
 

Voltar ao topo