CORREIO GOURMAND    

Home

|

O CORREIO GOURMAND

|

CUPOM GOURMAND

|

SORTEIO DO MÊS

|

PREMIADOS

|

PROMOÇÕES

PROMOÇÕES

CORREIO GOURMAND

CADERNO DE CULTURA GASTRONÔMICA CADERNO DE NOTÍCIAS DICIONÁRIOS GASTRONÔMICOS CADERNO SAÚDE & SABOR

CADERNO FOODSERVICE

CADERNO DE RECEITAS VÍDEOS GOURMANDS

CADERNO ROTEIROS TURÍSTICOS

 

CADERNO DE CULTURA GASTRONÔMICA

CADERNO DE NOTÍCIAS

DICIONÁRIOS GASTRONÔMICOS

CADERNO SAÚDE & SABOR

CADERNO FOODSERVICE

CADERNO DE RECEITAS

VÍDEOS GOURMANDS

CADERNO ROTEIROS TURÍSTICOS

CADERNO SAÚDE & SABOR

Mapa do Portal 

 
GUIAS GOURMANDS

GUIA ONDE COMER BEM

GUIA ONDE SE HOSPEDAR
GUIA FAZENDO FESTA
GUIA DE ESCOLAS E CURSOS DE GASTRONOMIA
GUIA ONDE COMPRAR PRODUTOS GASTRONÔMICOS
GUIA DO MERCADÃO DE SÃO PAULO
 

 

APROVADO

no CORREIO GOURM@ND

 

    

DICIONÁRIOS GASTRONÔMICOS

  ALIMENTOS
     
BEBIDAS
     
  UTENSÍLIOS
     
  EQUIPAMENTOS
     
  MARCAS

 

 

 

 


 

 

CADERNO SAÚDE & SABOR

Desfrute ao máximo...

 

Apoio cultural: 

 

Especialista dá dicas para consumo seguro de palmito

 

 

 

 

São Paulo, 18/11/2010Consumidores preocupados com a saúde e o meio ambiente costumam ter dúvidas sobre qual palmito comprar e de que forma. Por esta razão, o especialista Khalil Yepes Hojeije, fundador do projeto Palmito Seguro – que em breve deve se transformar em um Instituto, dá algumas dicas para o consumo correto. Ele, freqüentemente, faz palestras sobre o tema para chefs, nutricionistas, donas de casa e proprietários de restaurantes.
 

De acordo com Hojeije, o primeiro cuidado a ser tomado é observar bem as tampas e as partes laterais das embalagens. Todas devem ser litografadas com a razão social, endereço e CNPJ do fabricante, além do endereço completo da fábrica, país de origem, Estado e município. Caso não estas informações não constem, deve-se desconfiar da procedência do produto. Outro item fundamental para a rastreabilidade é a identificação do lote, assim como os registros obrigatórios do Ministério da Saúde e do IBAMA.
 

A tampa. também. mostra sinais da qualidade. As de ferro podem estar com ferrugem, o que causa contaminação, e as com roscas precisam estar protegidas com lacres, garantindo que as embalagens não foram violadas. Outro ponto importante é a data de validade, que deve estar indicada de forma clara.
 

Já o rótulo deve informar a espécie de palmito comercializada e informações nutricionais e de conservação. Além disso, é importante que haja um número para contato telefônico com o fabricante e/ou com o distribuidor, caso seja necessário.
 

Por fim, o especialista diz para os consumidores desconfiarem de produtos muito baratos. “O palmito é um alimento nobre, que exige critérios em sua exploração e cuidados na industrialização. Considerando a grande atuação clandestina neste mercado, o barato pode sair mais do que caro. Afinal, saúde não tem preço”, conclui.

 

 

 

 

 

 

 

Saiba mais sobre:

Palmito Pupunha  
     

 

Voltar à página principal de Saúde e Sabor

 

    Voltar ao topo  

APOIO:

 

 

 

 

Ovadia Saadia Comunicações

 

 

 

 

|

|

 

Copyright ©  -  VB Bureau de Projetos e Textos

Atualizado em: 02 janeiro, 2018.

 
 

Voltar ao topo