CORREIO GOURMAND    

Home

|

O CORREIO GOURMAND

|

CUPOM GOURMAND

|

SORTEIO DO MÊS

|

PREMIADOS

|

PROMOÇÕES

PROMOÇÕES

CORREIO GOURMAND

CADERNO DE CULTURA GASTRONÔMICA CADERNO DE NOTÍCIAS DICIONÁRIOS GASTRONÔMICOS CADERNO SAÚDE & SABOR

CADERNO FOODSERVICE

CADERNO DE RECEITAS VÍDEOS GOURMANDS

CADERNO ROTEIROS TURÍSTICOS

 

CADERNO DE CULTURA GASTRONÔMICA

CADERNO DE NOTÍCIAS

DICIONÁRIOS GASTRONÔMICOS

CADERNO SAÚDE & SABOR

CADERNO FOODSERVICE

CADERNO DE RECEITAS

VÍDEOS GOURMANDS

CADERNO ROTEIROS TURÍSTICOS

CADERNO SAÚDE & SABOR

Mapa do Portal 

 
GUIAS GOURMANDS

GUIA ONDE COMER BEM

GUIA ONDE SE HOSPEDAR
GUIA FAZENDO FESTA
GUIA DE ESCOLAS E CURSOS DE GASTRONOMIA
GUIA ONDE COMPRAR PRODUTOS GASTRONÔMICOS
GUIA DO MERCADÃO DE SÃO PAULO
 

 

APROVADO

no CORREIO GOURM@ND

 

    

DICIONÁRIOS GASTRONÔMICOS

  ALIMENTOS
     
BEBIDAS
     
  UTENSÍLIOS
     
  EQUIPAMENTOS
     
  MARCAS

 

 

 

 

CADERNO SAÚDE & SABOR

Desfrute ao máximo...

 

Apoio cultural: 

 

BOTULISMO

 

 

 

 

Conservas mal esterilizadas ou adulteradas podem provocar uma forma extremamente grave de intoxicação alimentar -- o botulismo -- que, se não tratada logo após os primeiros sintomas, chega a causar a morte

 

 

 

 

 

 

 

06 de setembro de 2011 -  O botulismo é causado pela toxina conhecida como botulina, produzida pelo bacilo Clostridium botulinum, que, em geral, se desenvolve em presuntos e salsichas, em conservas mal esterilizadas ou adulteradas, principalmente de carne e peixe, mas também de frutas e legumes. Foi descoberto em 1895 por Van Ermengen. Seu nome vem do latim botulus, "lingüiça", "salsicha". As conservas de fabricação doméstica são as mais perigosas. O alimento contaminado pode não ter cheiro ou aspecto anormal, mas é recomendável jogar fora qualquer lata com tampa abaulada e vidro com sinais de fermentação ou deterioração.

 

Os sintomas aparecem entre 12 e 72 horas depois da ingestão do produto contaminado. Consistem em dores de cabeça, vômitos, dores de estômago, tonteiras e diplopia (visão dupla). O envenenamento progride rapidamente e causa perturbações da fala e da deglutição, fraqueza geral, tosse, paralisia dos músculos da faringe e da laringe, perturbações respiratórias. Metade das mortes são causadas pela paralisia dos músculos respiratórios.

 

O tratamento tem de começar às primeiras suspeitas, antes mesmo de confirmado o diagnóstico. Deve incluir aplicação maciça de antitoxinas, lavagem do estômago, ventilação artificial (por traqueotomia ou tubo endotraqueal) e alimentação intravenosa.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Voltar à página principal de Saúde e Sabor

 

    Voltar ao topo  

APOIO:

 

 

 

 

Ovadia Saadia Comunicações

 

 

 

 

|

|

 

Copyright ©  -  VB Bureau de Projetos e Textos

Atualizado em: 02 janeiro, 2018.

 
 

Voltar ao topo