Viajar e comer - prazeres indissolúveis            

 

 

     
 

 

 

FRANÇA

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

REGIÕES FRANCESAS - Champagne-Ardenne

 

A terra do Champagne

Pequena e charmosa região do Noroeste da França, a 145 quilômetros de Paris, Champagne-Ardenne tornou-se mundialmente conhecida por causa do vinho nobre que leva o seu nome. Com um território de 25 605 km² - um dos terrenos mais valorizados do planeta - estende-se da nascente do rio Sena às montanhas de Ardennes, recobertas por florestas, que a separa da Bélgica. Compõe-se de 4 departamentos - Ardennes, Marne, Aube e Haute-Marne - e os acessos são facilitados por uma densa rede ferroviária e de auto-estradas. A população atual é de cerca de 350 mil pessoas.

 

Champagne-Ardenne é um exemplo perfeito dos terroirs franceses. A conjunção de clima, solo e sub-solo que acontece ali é que faz com que as uvas daquela região produzam o melhor vinho espumante natural do mundo. É uma região fria, mas o rigor do clima é compensado por duas particularidades geográficas: um assento calcário permitindo drenagem natural do solo e uma implantação em encostas favorecendo a melhor insolação possível. A vinha ali produz o melhor dela mesma. A triologia clima-solo-sub-solo varia no interior da zona de denominação, mas é possível definir 5 grandes regiões: Montagne de Reims, Vallé de la Marne, Côte de Blancs, Côte de Sézanne e Côte des Bar.

 

Cada uma dessas regiões tem uma identidade geográfica definida, produzindo uvas com características bem peculiares, cuja mescla dos sumos resulta no fabuloso Champagne, símbolo internacional de alegria e requinte. Além do Champagne, os vinhedos da região também dão origem a outros vinhos de qualidade, como o Ambonnay, o Bouzy, o Cumières ou o Vertus.

Paisagens deslumbrantes e um passeio pela história

Esse pedacinho da França caracteriza-se pelo espírito bucólico, a paisagem, desenhada por estradas pitorescas que cortam vastas florestas, intermináveis planícies, colinas tomadas por vinhedos tratados como jardins e vales verdejantes banhados por rios.Um lugar em que o cheiro das frutas da estação é perfume oficial das ruelas estreitas, onde as floreiras coloridas — instituição das janelas das casas — encantam os visitantes.

Champagne-Ardenne guarda um precioso patrimônio histórico e cultural. São castelos típicos de contos de fadas, igrejas seculares, museus e monumentos erguidos não apenas nas grandes cidades, mas também nas charmosas vilas, como a pequena Sedan, onde está a maior construção fortificada da Europa - o Château Fort, com sete andares, concluído no século XI.

A capital econômica de Champagne-Ardennes, é a movimentada e atraente cidade de Reims. Suas largas avenidas abrigam inúmeros cafés e restaurantes badalados. Especialmente no verão, a cidade fica repleta de gente que chega de vários países da Europa para assistir a dezenas de eventos gratuitos de música, teatro e dança, que acontecem por toda a cidade.
 

A cidade tornou-se famosa por sua catedral, considerada um dos exemplos mais perfeitos da arte gótica por sua harmonia e grandiosidade. Palco para coroação de diversas gerações de reis no passado, é um dos mais importantes monumentos da França considerado Patrimônio Mundial da UNESCO. Na fachada, 2.300 estátuas de reis e anjos observam a passagem dos séculos.

Delícias típicas da região

O berço do Champagne, uma bebida que é sinônimo de comemoração, só pode ser um lugar receptivo. Seu povo é acolhedor e possui um dom natural para cozinha de bom gosto, cultivando uma excelente gastronomia, com diversas receitas preparadas à base da sua famosa bebida.

Mas muitos são os ingredientes tradicionais nos pratos, entre eles o Boudin Blanc de Rethel, um chouriço feito com as carnes brancas do porco, ovos, leite e condimentos, preparada dentro da mais estrita tradição local; o Jambon sec des Ardennes, um presunto cru com um aroma e paladar maravilhosos, seco naturalmente por no mínimo 9 meses; l'Andouillette de Troyes uma espécie de lingüiça defumada que existe desde 878; as trufas cinzas de Haute-Marne, o Pâte, o Vinagre e a Mostarda de Reims. O Pain d'Épice de Reims é delicioso.  As carnes de caça, como o veado e o javali, também são uma especialidade dali.

A contribuição da região para o farto cardápio de queijos da França inclui o cremoso Chaource suave, e o Langres, de sabor mais acentuado. E há os doces também: o Biscuit Rosé, biscoito champanhe cor-de-rosa é o símbolo açucarado da região. A curtição é molhar o docinho no espumante antes de dar a primeira mordida.

A rota do Champagne

No espaço formado pelas cidades de Epernay, Reims e Châlons-en-Champagne, chamado Triângulo Sagrado do Champanhe, ficam as grandes fábricas, que exportam para o mundo suas marcas glamourosas. Todas mantêm suas caves (adegas subterrâneas) abertas para aqueles que querem saber os detalhes da produção do rei dos vinhos. As visitas são cobradas, entretanto, incluem inesquecível degustação. Entre as principais casas, Moët et Chandon, Mercier, De Castellane, Demoiselle, Veuve Clicquot Ponsardin.

Outra opção para degustação é conhecer a Rota Turística da Champanhe, formada pelas pequenas vinícolas familiares, certamente uma experiência intimista e pitoresca. Por percorrer toda a região, a rota é dividida em diversos roteiros com média de cem quilômetros, perfeitos para um programa de final de semana.

Fonte: Enciclopédia Britânica

 

 

 

 

 

 

 

 
     
 

 

 

SAIBA MAIS:

 

Sobre o Champagne, clique aqui.

 

Sobre a Alta Gastronomia Francesa e a História dos Restaurantes, clique aqui.

 

Café Le Procope - o primeiro de Paris, clique aqui.

 

Histórico dos Maîtres Cuisinier de France, clique aqui.

 

Conheça os bons endereços da Cozinha Francesa em São Paulo, clique aqui.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Château d'Etoges - Hotel e Restaurante - Etoges

Voltar à página principal de FRANÇA

 

    Voltar ao topo  

 

no Correio Gourm@nd

 
 

 

APOIO:

 

 

 

 

Ovadia Saadia Comunicações

 

 

 

 

 

 

 

 

|

|

 

Copyright ©  -  VB Bureau de Projetos e Textos

Atualizado em: 02 janeiro, 2018.