CORREIO GOURMAND    

Home

|

O CORREIO GOURMAND

|

CUPOM GOURMAND

|

SORTEIO DO MÊS

|

PREMIADOS

|

PROMOÇÕES

PROMOÇÕES

CORREIO GOURMAND

CADERNO DE CULTURA GASTRONÔMICA CADERNO DE NOTÍCIAS DICIONÁRIOS GASTRONÔMICOS CADERNO SAÚDE & SABOR

CADERNO FOODSERVICE

CADERNO DE RECEITAS VÍDEOS GOURMANDS

CADERNO ROTEIROS TURÍSTICOS

 

CADERNO DE CULTURA GASTRONÔMICA

CADERNO DE NOTÍCIAS

DICIONÁRIOS GASTRONÔMICOS

CADERNO SAÚDE & SABOR

CADERNO FOODSERVICE

CADERNO DE RECEITAS

VÍDEOS GOURMANDS

CADERNO ROTEIROS TURÍSTICOS

CADERNO DE TURISMO

Mapa do Portal 

 
GUIAS GOURMANDS

GUIA ONDE COMER BEM

GUIA ONDE SE HOSPEDAR
GUIA FAZENDO FESTA
GUIA DE ESCOLAS E CURSOS DE GASTRONOMIA
GUIA ONDE COMPRAR PRODUTOS GASTRONÔMICOS
GUIA DO MERCADÃO DE SÃO PAULO
 

  CADERNO TURISMO  

CADERNO DE TURISMO

Viajar e comer - prazeres indissolúveis...

  Apoio cultural:  

 
  REGIÕES BRASILEIRAS - Sudeste    

 

 























 
  ESTADO DE SÃO PAULO

 

 

 

 

 

 

 

A CAPITAL

 

 

Superlativa e heterogênea. Assim é São Paulo, a mais importante cidade do Brasil e da América Latina e uma das mais importantes do mundo.

Cidade que não para, de todos os sotaques, onde se encontra de tudo e de todos, que seduz pelo estômago, atrai e assusta. Terra multicultural, de gente guerreira, ilustre e anônima, que com garra e vontade constrói e sonha.

Centro cultural e entretenimento, de produção e consumo, onde todos vivem com pressa, é cidade gigante, mãe dos brasileiros, locomotiva do País e coração do Brasil.

 

Cosmopolita, controversa, São Paulo é uma das maiores e mais populosas cidades do mundo, a maior do Hemisfério Sul. Em seus 1.525 km² de área, espalham-se cerca de 11 milhões de habitantes, segundo o último Censo realizado no Brasil em 2000.
 

A Região Metropolitana da capital paulista é uma área que inclui, além de São Paulo, outros 38 municípios que a circundam. Como em toda metrópole de grandes dimensões, a densidade demográfica é grande e quase não se vê a divisão entre os municípios. Ao todo, são 20 milhões de pessoas, muitas vindas de vários pontos do Brasil e do mundo.

 

 

Há sempre um programa para se fazer em sampa

 

 

Embora o turismo de negócios seja o que mais movimenta o a cidade, São Paulo oferece opções para todos os gostos aos que desejem só passear e se divertir. O turismo cultural é de grande relevância para a cidade, especialmente quando se têm em vista os vários eventos internacionais que ocorrem na metrópole, como a Bienal de Artes de São Paulo e os vários shows de celebridades estrangeiras que, quando se apresentam no Brasil, escolhem poucas metrópoles.

 

São Paulo é uma das principais capitais culturais do Brasil e da América Latina e oferece diversas atividades culturais e uma vida noturna que é considerada umas das melhores do país. São 280 cinemas, 120 teatros, 71 museus, como o MASP, e 39 centros culturais, alguns atendendo à parcela de maior poder aquisitivo, outros contemplando mais o público popular.

 

Para o turismo de negócios, São Paulo dispõe de grandes redes de hotéis, focada no público  corporativo, instaladas na cidade e com filiais espalhadas em várias das suas regiões. Toda a sua infraestrutura para eventos faz com que a cidade seja sede de 120 das 160 principais feiras do País (SP Turis) , como o Salão do Automóvel de São Paulo, a Couromoda, Francal, entre outras. A cidade ainda promove uma das mais importantes semanas de moda do mundo, a São Paulo Fashion Week, sendo um dos principais centros geradores de tendências em moda.

 

De acordo com a International Congress & Convention Association (ICCA), São Paulo ocupa o primeiro lugar entre as cidades que mais recebem eventos internacionais no Continente Americano e a 12ª posição no mundo, depois de Viena, Paris, Barcelona, Singapura, Berlim, Budapeste, Amsterdã, Estocolmo, Seul, Lisboa e Copenhage.

 

 


Capital Mundial da Gastronomia

Comer bem em São Paulo está entre as principais atrações turísticas da cidade, que possui cerca de 12.500 restaurantes e 15 mil bares espalhados por todos os seus bairros.

Influenciada pela diversidade de povos e culturas que construíram a cidade, a gastronomia paulistana, ganhou fama pela variedade e qualidade das cozinhas que oferece.

Por conta disso, durante o 10º Congresso Internacional de Gastronomia, Hospitalidade e Turismo (CIHAT) realizado em 1997, a São Paulo recebeu o título de "Capital Mundial da Gastronomia" de uma comissão formada por representantes de 43 nações (leia mais, clique aqui).
 

 

PARAÍSO DAS COMPRAS

 

As compras são uma das grandes atrações para os que visitam São Paulo. A cidade é a capital sul-americana do consumo. É o paraíso dos compradores, fonte constante de entretenimento, com vitrines maravilhosas e tudo o que você puder pensar ou querer - de alta costura a livros infantis raros, passando por eletrônicos de ultimas geração e uma deliciosa variedade de alimentos exóticos. Seja R$ 1,99 ou R$ 1.999,00 São Paulo é o lugar certo para qualquer orçamento.

 


ECONOMIA

São Paulo é a cidade mais rica do Brasil, a 10ª cidade mais rica do mundo e, segundo projeções, será a 6ª mais rica em 2025. Segundo dados do IBGE, em 2005 seu Produto Interno Bruto (PIB) foi de R$ 263.177.148.000,00, o que equivale a aproximadamente 12,26% do PIB brasileiro e 36% de toda produção de bens e serviços do estado de São Paulo. Sua região metropolitana possui um PIB de aproximadamente R$ 416,5 bilhões, o que corresponde a 57,3% de todo o PIB paulista. Segundo dados do IBGE, a rede urbana de influência exercida pela cidade no resto do país abrange 28% da população e 40,5% do PIB brasileiro.

Um dos maiores centros financeiros do Brasil e do mundo, São Paulo sedia a BM&FBovespa (Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros de São Paulo), a bolsa oficial do Brasil. A BMF&Bovespa é a maior Bolsa de Valores da América Latina, a 2ª maior do continente americano e a 3ª maior do mundo em valor de mercado.

Edifícios comerciais na Marginal Pinheiros, na região da avenida Luís Carlos Berrini. Em destaque, o Centro Empresarial Nações Unidas, um dos maiores complexos empresariais da cidade. Muitos analistas também têm apontado São Paulo como uma importante "cidade global" (ou "metrópole global", classificação dividida apenas com o Rio de Janeiro entre as cidades brasileiras). Como cidade global, São Paulo tem acesso às principais rotas aeroviárias mundiais, às principais redes de informação, assim como sedia filiais de empresas transnacionais de importância global, além de importantes instituições financeiras, mesmo estando conectada marginalmente aos fluxos transnacionais de pessoas, investimentos e empregos. São Paulo apresenta, também, alto índice de negócios ligados à economia informal. Neste mesmo cenário, segundo dados de 2001 da prefeitura do município, cerca de um milhão de paulistanos vivia abaixo da linha de pobreza.
 

 

CLIMA

 

São Paulo não faz mais jus ao apelido de "cidade da garoa". Segundo a pesquisa "Meteorologia e Poluição Atmosférica em São Paulo", realizada pela Universidade de São Paulo, o aumento da temperatura média nos últimos 40 anos fez com que diminuísse a freqüência das garoas e nevoeiros na cidade.

O clima é tropical de altitude, caracterizado por chuvas de verão e temperatura média anual entre 19º C e 27º C. Mas todas as estações do ano podem ser vistas em um único dia em São Paulo. A cidade pode amanhecer ensolarada e sem nuvens e terminar o dia com um temporal. Por isso, é comum ver paulistanos com casacos e guarda-chuvas em dias quentes.

Esses dias são mais comuns durante o verão, quando a chuva costuma cair no final da tarde, aliviando o calor. No outono, a temperatura é amena, com média em torno de 23ºC. O inverno costuma ter dias ensolarados e secos, com temperaturas que raramente caem abaixo dos 15º C. Na primavera, os dias são bastante quentes e secos.

 

 

HISTÓRIA
 

 

Muita coisa mudou desde que São Paulo era um pequeno amontoado de casas feitas de taipa de pilão, de onde partiam os bandeirantes rumo a Minas Gerais, em busca do ouro, e onde os jesuítas encontraram um "clima fresco" semelhante ao europeu e fundaram o Real Collegio.

O "pequeno amontoado" de casas é hoje uma metrópole de 1525 km2 e 10,4 milhões de habitantes, uma das mais populosas do mundo. O clima fresco de mais de quatro séculos e meio atrás hoje está bem mais quente, graças ao concreto, aos automóveis e à escassa arborização. Até a famosa garoa, que consagrou a cidade, está se tornando coisa do passado. A cidade assistiu a uma transição da chuva fraca e contínua para aquelas intensas e rápidas, que provocam as já também famosas enchentes.

São Paulo demorou para se desenvolver. Até 1876 a população local era de 30 mil habitantes. Com a expansão da economia, graças especialmente ao café, em menos de 20 anos este número pulou para 130 mil. Mesmo pequena, a cidade pensava grande. O Viaduto do Chá foi inaugurado em 1892 e, em 1901, foi aberta a Avenida Paulista, a primeira via planejada da capital. A via, que viria a se tornar endereço dos barões do café, não tinha nenhuma casa na época, mas o engenheiro responsável pela obra, Joaquim Eugênio de Lima, profetizava que ela seria "a via que conduzirá São Paulo ao seu grande destino".

Outras grandes obras, como a Estação da Luz e o Theatro Municipal, comemoraram a entrada no século 20 e marcaram uma nova fase na vida da cidade. São Paulo se industrializava e, para atender à demanda, imigrantes de diversos países da Europa e do Japão adotaram uma nova pátria, fugindo das guerras. Entre os anos de 1870 e 1939, 2,4 milhões de imigrantes entraram no estado de São Paulo, segundo dados do Memorial do Imigrante.

Italianos, japoneses, espanhóis, libaneses, alemães, judeus. Dezenas de nacionalidades estabeleceram comunidades em São Paulo e contribuíram para que a cidade se tornasse um rico centro cultural e um exemplo de como povos com histórico de guerras e disputas podem viver em paz.

 

Na década de 1940, São Paulo também ganhou importantes intervenções urbanísticas, principalmente no setor viário. A indústria se tornou o principal motor econômico da cidade. A necessidade de mais mão-de-obra nessas duas frentes trouxe brasileiros de vários Estados, principalmente do Nordeste do País.

Nos anos 70, o setor de serviços ganhou maior destaque na economia paulistana. As indústrias migraram para municípios da Grande São Paulo, como o chamado ABCD (Santo André, São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul e Diadema). Hoje, a capital paulista é o centro financeiro da América Latina e por isso ainda recebe de braços abertos brasileiros e estrangeiros que trabalham e vivem na cidade de São Paulo, em um ambiente de tolerância e respeito à diversidade de credos, etnias, orientações sexuais e tribos.

 

 

Os Imigrantes em São Paulo
 

Alemães- 400 mil (na grande SP, incluindo descendentes)
Árabes- 1 milhão (incluindo descendentes)
Argentinos - 5 mil
Armênios -25 mil
Austríacos -5 mil
Chineses - 120 mil
Coreanos - 50 mil (incluindo descendentes)
Cubanos -700
Escandinavos - 1.300
Franceses - 10 mil
Gregos - 50 mil (incluindo descendentes)
Indianos -300
Italianos - 6 milhões (incluindo descendentes)
Japoneses - 465 mil (estimativa)
Judeus -60 mil
Marroquinos -150
Portugueses - 200 mil
Suíços -3.600
 

 

Números que impressionam:

 

São 51,5 bilhões como Produto Interno bruto, em dólares
14,2 bilhões Orçamento previsto para 2004, em reais
18 milhões de Pãezinhos consumidos diariamente
5,4 milhões de Veículos em circulação
800 mil Xícaras de café expresso por dia
380 mil Toneladas de lixo por mês
109 mil Lojas (14 mil em shoppings), com 512 mil empregados
93 mil empresas de serviços, com 2 milhões de empregados
49 mil policiais militares e civis
30 mil vigilantes particulares
11,9 mil km de ruas pavimentadas
3,5 mil padarias e confeitarias
1,8 mil agências bancárias
740 unidades de atendimento básico de saúde
396 helicópteros (no Brasil são 955) e 172 helipontos

 

 

 

São Paulo é grande porque tem...

- ... o Museu de Arte de São Paulo (Masp), o mais importante museu de arte ocidental da América Latina;

- ... o Instituto Butantan, que abriga uma das maiores coleções de serpentes do mundo, além de ser o mais moderno centro de produção de vacinas e soros da América Latina;

- ... a São Paulo Fashion Week, principal semana de moda da América Latina e uma das mais importantes do mundo;

- ... A Universidade de São Paulo (USP), terceira maior instituição da América Latina e colocada entre as cem mais conceituadas no mundo;

- ... a Bovespa, maior centro de negociação de ações da América Latina;

- ... a Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM&F), sexta do mundo em volume de negócios, com lances médios diários de US$1,8 bilhão;

- ... o Hospital das Clínicas (HC), maior complexo hospitalar da América Latina;

- ... 75% dos eventos realizados no País;

- ... uma frota de quase 5 milhões de automóveis, o correspondente a ¼ do total do País;

- .... 12,5 mil restaurantes e 15 mil bares de dezenas de especialidades, o que lhe rendeu a fama de Capital Mundial da Gastronomia.

- ... mais de 1/3 do PIB (Produto Interno Bruto) do País.

MAPA DA CIDADE DE SÃO PAULO

 

 

 

CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIÁ-LA

Voltar à página principal de SÃO PAULO 

 

BRASÃO DA CIDADE DE SÃO PAULO

 

 

 

Capital Mundial da Gastronomia

SÃO PAULO EM DADOS

  • Fundação da cidade: 25 de janeiro de 1554

  • Localização: Região Sudeste do Brasil

  • Distância da Costa:
         - São Sebastião – 186 km
         - Guarujá – 93 km
         - Ilhabela – 204 km
         - Santos – 72 km (8)

  • Umidade Relativa do Ar: 78% (média anual)

  • Clima: Tropical Temperado

  • Temperatura média anual: 19°C

  • Extensão: 1.530 quilômetros quadrados de área.

  • Altitude: Média em torno de 760 metros.

  • Latitude: 23°32.0'S

  • Longitude: 46°37.0'W

  • População - 10.886.518 habitantes.

  • Religião Predominante: Católica

  • Moeda: Real (R$)

  • Fuso Horário: GMT (-)3 horas
     

  • Hotelaria
    Principais redes hoteleiras nacionais e internacionais.
    410 hotéis
    42 mil apartamentos disponveis
    A taxa de ocupação média dos hotis em 2008 foi de 68,5%
    A diária média em 2008 foi de R$ 159,45
     

  • Gastronomia
    12,5 mil restaurantes
    52 tipos de cozinha
     

  • Eventos
    Capital sul-americana de feiras de negócios
    12º lugar entre os Top 15 destinos para eventos internacionais no mundo
    Mais de 90 mil eventos p/ ano
    Recebe 75% das grandes feiras do Brasil
    R$ 2,4 bilhões de receita/ano
    R$ 8 bilhões em viagens, hospedagem e transporte terrestre e aéreo
     

  • Consumo
    240 mil lojas
    77 shoppings
    59 ruas especializadas em mais de 51 segmentos
     

  • Transporte
    37 mil táxis
    10 mil ônibus urbanos
    1.335 linhas de ônibus
    28 terminais de ônibus
    5 linhas de metrô
    61,3 km de linhas de metrô + 20,0 km em construção
    55 estações do metrô
    270 kms de linhas de trem
    Segunda maior frota de helicópteros do mundo
    41 Cias Aéreas
    4 aeroportos na grande São Paulo (2) * sendo 1 em Campinas e 1 em Guarulhos
     

  • Turismo
    A cidade recebe anualmente 11 milhões de visitantes. Dos que se hospedam na rede hoteleira, 16,4% são estrangeiros e 82,46% são brasileiros.
    Dos turistas internacionais que visitam São Paulo, 38% são da Europa, 30% dos EUA e Canadá, 21% do Mercosul, 7% da América Latina e 4% são da Ásia.
    Cerca de 50% dos turistas da cidade vem a negócios, 39% a lazer e o restante para tratar da saúde, fazer cursos ou ingressar nas faculdades, visitar parentes, etc.
    Permanência média na cidade é de 2 dias.
    Gastos por dia: US$ 150,00 (8)
    5 CITs – Centrais de Informações Turísticas.
    A maior Parada do Orgulho LGBT do mundo com mais de 3,5 milhões de pessoas
     

  • Negócios
    38% das 100 maiores empresas privadas de capital nacional.
    63% dos grupos internacionais instalados no Brasil.
    17 dos 20 maiores bancos.
    Aproximadamente 100 das 200 empresas de tecnologias.
    BM&FBOVESPA – a maior bolsa de valores da América do Sul.

 


CENTRAIS DE INFORMAÇÃO TURÍSTICA

 

As Centrais de Informação Turística (CITs) da cidade de São Paulo funcionam como importante fonte de informação turística e de utilidade pública para turistas de todas as nacionalidades e moradores da cidade.

 O atendimento é feito por pessoas qualificadas, bacharéis e estudantes de turismo bilíngües, e com profundo conhecimento do patrimônio turístico de São Paulo. Eles estão prontos para oferecer informações atualizadas e completas sobre os eventos que ocorrem na cidade, os atrativos turísticos, a infra-estrutura, serviços e acessos.

Nas CITs os turistas também encontram a sua disposição guias turísticos, culturais, de compras, além de mapas da cidade e folhetos de locais para visitação.

 

 

Endereços e horários de funcionamento:

 

CIT AEROPORTO
Terminal 1: Área de desembarque do Aeroporto de Guarulhos. Diariamente das 6h às 22h. Rodovia Hélio Smidt, s/nº.
Como chegar

 

CIT AEROPORTO

Terminal 2: rea de desembarque do Aeroporto de Guarulhos. Diariamente das 9h às 18h. Rodovia Hélio Smidt, s/nº.
Como chegar

 

CIT OLIDO*

Av. São João, 473 (Centro). Diariamente das 9h às 18h.

Como chegar

 

CIT TIETÊ*

Terminal Rodoviário Tietê, área de desembarque. Funciona de 2ª a 6ª das 6h às 20h e aos finais de semana das 8h às 20h.
Como chegar

 

CIT ANHEMBI
Parque Anhembi. Funciona durante os eventos no Anhembi.

Como chegar

 

CIT SELT

Rua XV de Novembro, 347, térreo (Centro). Funciona de 2ª a 6ª feira, das 10h às 17h. Fone: (11) 3241 5822 - Ramal: 1061

 

CIT MÓVEIS: Instaladas conforme a realização alguns eventos.



  Centro de São Paulo

Voltar ao topo

 

 

no Correio Gourm@nd

 
 

 

APOIO:

 

 

 

 

Ovadia Saadia Comunicações

 

 

 

 

 

 

|

|

 

Copyright ©  -  VB Bureau de Projetos e Textos

Atualizado em: 02 janeiro, 2018.

 
 

Voltar ao topo